moro_demente

A amnésia seletiva de Moro

Marcia Tigani*

Interessante: eu me lembro perfeitamente de falas minhas e das falas de  meus pais  quando eu tinha meus 6 anos de idade. Lembro- me de detalhes que ouço nas consultas dos meus pacientes (e são dois consultórios em cidades diferentes), a ponto de nem precisar ler o que escrevo nos prontuários (e escrevo muito) para me recordar de pacientes antigos e de suas queixas. Lembro- me dê diálogos meus aqui na Net com detalhes, e olhem que já ando “dobrando o cabo da Boa Esperança”,  hehe.  MAS….O Marreco de Maringá NAO SE LEMBRA DAS CONVERSAS QUE TEVE COM DGALINHOL nos áudios vazados pelo Greenwald. Não se lembra! Seria isso uma manifestação precoce de Alzheimer? Fica a sugestão para os colegas neurologistas para seus estudos: o por quê de certas amnésias seletivas (Lembrando da Lei de Ribot, útil nas neurociências: o material  mnésico sofre perda primeiramente em função da importância AFETIVA das lembranças..ex: manterei as memórias mais tempo e elas se perderão por ultimo, em caso de demência, de maneira  mais tardia, se essas memórias possuem um significado emocional mais importante para mim do que outras). Vão alegar que, por essa regra das neurociências, o juizeco ” esqueceu” de suas falas com os procuradores, pois essas memórias não são importantes afetivamente para ele… Ok. Mas então  vamos prestar atenção num detalhe: se o sujeito não está demenciado, é capaz de reconhecer falas, documentos assinados, áudios, fotos e outras provas documentais que lhe pertencem. Fico  aqui só observando .Observação fenomenológica e psicológica pura e simples, do TEATRINHO que vi ontem lá no Senado, com o juizeco sendo sabatinado e dando uma de ” mané” demenciado.

*Médica, Psiquiatra, Escritora, Poeta, Militante e Colunista do Cartas Proféticas.

Acesse, leia e compartilhe:

Chimarrão Profético: “Moro e os melindres do sociólogo FHC para ferrar Lula e o Brasil!”

Sobre revelações bombásticas da Intercept e suas conseqüências na mente de bolsonaristas;

Chimarrão Profético: “Como Bolsonaro, Moro, Guedes e demais corruptos e traidores cairão?”

Bate papo com o Padre Paulo, Coordenador da CPT, sobre conflitos no campo Brasil;

“E agora, José?José, para onde?”

Um olhar possível sobre a educação.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.