fiesp_antro

A burguesia paulista apodrece o país inteiro e cria os pobres de direita

Por Dom Orvandil. 
O professor de ciências políticas da Universidade Nacional de Brasília, Luis Felipe Miguel,  toca na ferida da burguesia industrial paulista.

Os ricos de São Paulo se rebaixam ao ponto de servirem de auditório miserável e sem ética ao aplaudirem o miliciano Jair Bolsonaro, o crápula fake news eleito presidente do Brasil graças aos mafiosos internacionais.

O ódio que essa burguesia podre tem da classe trabalhadora, além de prejudicar a economia do país, atinge a democracia, incentiva a injustiça econômica e social, envenenando os pobres contra os setores progressistas e de boa vontade para com pais.

Quem luta organizada e cientificamente, de olho na análise teórica séria e responsável, previu onde daria o golpe iniciado em 2016, desembocando nessa perversidade com os milicianos de Bolsonaro.

A burguesia não tem condições morais e políticas de ajudar o Brasil na retomada do desenvolvimento com equidade econômica.

É urgente que o povo brasileiro se mobilize organizadamente e se levante disposta, inclusive, de varrer essa burguesia fomentadora de coisas sujas e destrutivas como o milicianismo de Jair Boslonaro, Sérgio Moro e Paulo Guedes!

Leia abaixo o pequeno texto do prof. Luis Felipe Miguel no Facebook.

A FIESP se reúne para aplaudir Bolsonaro. Enquanto isso, a política de destruição da economia brasileira implementada por Guedes já mostra seus frutos. As perspectivas para a indústria de São Paulo são cada vez mais sombrias.

Uma vez que não acredito em masoquismo da burguesia industrial paulista, restam quatro alternativas. Acho que cada um delas dá sua contribuição:

– Um ódio de classe tão entranhado e irracional que estão dispostos a sacrificar seus próprios interesses, desde que os trabalhadores sofram ainda mais.

– Crença míope de que os ganhos no curto prazo, com o aumento da exploração do trabalho, suprem as perdas.

– Falsa consciência: adesão cega à ideologia neoliberal e seus dogmas.

– A FIESP hoje não é mais do que um aparelho a serviço do projeto político pessoal de Paulo Skaf.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. "A burguesia paulista apodrece o país inteiro e cria os pobres de direita". Ajude-nos a movimentar o Cartas Proféticas compartilhando somente os links das postagens: http://cartasprofeticas.org/a-burguesia-paulista-apodrece-o-pais-inteiro-e-cria-os-pobres-de-direita/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.