fome_luta

A conjuntura brasileira se encaminha para desfecho gravíssimo

*Acesse também e compartilhe o Canal Espiritualidade Revolucionária: https://www.youtube.com/channel/UC9WX….

Por  Dom Orvandil

Aluisio Pampolha Bevilaqua é Pos-Doutor em Políticas Públicas e Formação Humana. Doutor em Educação. Cientista Social. Editor do Jornal Inverta. Autor do livro Crise Orgânica do Capital.

Nesta obra o professor Aluisio apresenta relevante tese sobre a Crise Orgânica do Capital.  Baseando-se em autores clássicos no debate na natureza do capitalismo, que é a crise que se apresenta em ciclos catastróficos para humanidade, notadamente à classe trabalhadora, o autor esclarece os conceitos marxistas de crise do capitalismo como orgânica.

Ainda com a autoridade de quem conhece profundamente todas as obras de Vlademir I. Lênin, o revolucionário russo e brilhante intelectual, Aluisio analisa a nossa conjuntura brasileira, marcadamente com o povo em estado de choque como que sacudido por ondas poderosas, que encobrem a percepção do que realmente se passa e do que se precipita com a crise do COVID 19.

Em sua conta no Twitter o Dr. Aluisio Pampolha Bevilaqua alerta para o que virá em breve. “A conjuntura se encaminha para trágico desfecho. Ao povo brasileiro cabe: morrer pela fome, covid-19 e forças militares, confinado em comunidades, como o jovem João Pedro; ou nas ruas, derrubando o governo fakefascista e o sistema. Da segunda forma a violência é revolucionária”, alerta.

Nesse sentido, a morte de João Pedro Mattos Pinto é, além de brutal crueldade de policias milicianos e fascistas, consequência das unhas carniceiras do desespero dos genocidas ocultos, que as manipulam de  loge,  antevendo os ruídos da queda dos andaimes do sistema capitalista, mantenedor da exploração impiedosa dos trabalhadores e do terror contra eles na conjuntura mais difícil. Cabe ao povo não aceitar calado e contrito a barbárie imposta pelo sistema e seus chefes covardes.

Aluisio Bevilaqua

@AluisioBevilaq2

A conjuntura se encaminha para trágico desfecho. Ao povo brasileiro cabe: morrer pela fome, covid-19 e forças militares, confinado em comunidades, como o jovem João Pedro; ou nas ruas, derrubando o governo fakefascista e o sistema. Da segunda forma a violência é revolucionária.

Acesse também e compartilhe:

– Pele Negra, Máscaras Brancas.

– Chimarrão Profético Sobre Temas Postados Nos Blog e Canal Cartas Proféticas.

– Todos morremos um pouco com João Pedro Mattos Pinto, assassinado pela polícia de Wilson Witzel, o governador da morte.

– Leonardo Boff:  “Covid-19: ou cooperamos ou não teremos futuro nenhum”.

– Chimarrão Profético com o Professor Luiz F. Mangea: “Os profetas e mártires da classe operária”.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.