burgueses-caixa2

A direita neoliberal inventou nova maneira de comprar campanhas de deputados

Huck, Nizan, Abílio Diniz e Armínio Fraga criam fundo para eleger 100 deputados nas eleições de 2018.

Com informações da Forum.

Colabore com o Cartas Proféticas que analisa as notícias, busca os nexos com o todo, com as causas e os efeitos e critica  propositivamente.

Quer dizer, essa burguesia que, de um modo ou de outro, sempre corrompeu, fez lobbys sobre deputados e senadores, comprando-os com propinas e muito dinheiro, já se prepara para contar com seus próprios deputados.

A coisa funcionará como sempre: eles farão o tal fundo para abastecer com dinheiro os seus candidatos corruptos, inimigos dos direitos dos trablahdores,  sempre prontos a golepar as conquistas sociais e o povo entrará com votos, inclusive os pobres, muitos comprados com esmolas na véspera da eleição. Luciano Huck, o nariz avantajado, certamente empregará os métodos de sua produção de eemocionar pobres e enganar a opinião pública nos sábados à tarde.

Uma ação entre amigos com muito dinheiro pretende angariar recursos para tentar eleger entre 70 e 100 deputados federais, já nas eleições de 2018. Este grupo de empresários e personalidades midiáticas estão montando o que chamam de “fundo cívico” para levar suas ideias ao Legislativo. A informação é do blog do Lauro Jardim, em O Globo.

O objetivo é que sejam candidatos afinados com a ideologia liberal. E não estejam filiados a apenas um partido, mas em vários. O lançamento dessa ideia será em São Paulo na semana que vem.

A organização é de Nizan Guanaes, Abilio Diniz, Arminio Fraga, do global Luciano Huck, cabo eleitoral do tucano Aécio Neves nas últimas eleições presidenciais, Eduardo Mofarej (Tarpon), entre outros.

Compartilhar:



2 Comentários

  1. Como se livra dessa corja? Somente com povo politizado e organizado.

  2. primeiro as pessoas precisam aprender a pensar e lutar pelo bem comum... não é o que se vê... cada um pensa apenas e tão somente no que lhe diz respeito... no que possa lhe trazer benefícios...
    até os Grupos de Solidariedade são seletivos... sim, porque em épocas de eleições o grupo se apresenta, geralmente comandado por algum "candidato"... isso é solidariedade ou politicagem?
    se o brasileiro se informasse, procurasse saber o que acontece na administração municipal, estadual e federal, não teríamos chegado ao ponto que chegamos...
    são analfabetos, politicamente falando, mas com phd em futebol... samba e cerveja...

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.