moro criminoso

A quem o cão imperialista Sérgio Moro obedece?

O competente jornalista Alex Solnik escreve criticamente questionando a falta de respeito à hierarquia judicial do fanfarrão e cão imperialista Sérgio Moro.

Solnik avalia que o juiz de primeira instância age como se fosse o dono do judiciário e com a intenção de ajoelhar o STF ao seu ódio na perseguição do ex presidente Lula.

Como justiceiro populista o juiz da republiqueta cloacal de Curitiba tenta emparedar o Supremo a prender Lula logo após sua condenação sem provas em segunda instância.

No último artigo no site Brasil 247 o jornalista Alex Solnik relativiza a intenção arrogante e estúpida do mimado e vaidoso de sentido vazio, o cão imperialista Sérgio Moro.

Alex afirma que Moro não obedece à hierarquia, fazendo de sua primeira instância judicial federal a última, como se ela fosse a ponta superior do judiciário, acima do STF, numa flagrante tentativa de emparedar a Corte encarregada da última palavra nas decisões, corrigindo erros e injustiças.

Para o jornalista o juiz tenta colocar a opinião pública contra o STF, constrangendo os ministros a endossarem sua sede de sangue no sangramento de Lula.

Com toda a consideração a pessoas como o distinto intelectual em pauta, a verdade é que Sérgio Moro é profundamente obediente, de modo cego e surdo, a uma hierarquia invisível.

Sérgio Moro e seu antro lavajateiro  são cães de rabos abanantes do imperialismo. Seu ímpeto persecutório na caça a Lula e de condená-lo sem provas é prestação de contas aos serviços das grandes corporações estrangeiras, que contam com os serviços de destruição de nossas estatais e de nossa ciência.

A Constituição e o STF, como seu ex guardião, não são preocupação e normativas éticas e legais para o lacaio do imperialismo.

Moro e até amplos setores do STF, sem falar na mídia, no Congresso Nacional ocupado por canalhas e traidores da Pátria, conta com toda a direita e a desmobilização das amplas massas do povo brasileiro e, pasmemos, até com um certo partido que se tem como marxista-leninista, pelo menos assim o rezam seus estatutos.

O impatriotismo do cão imperialismo é guiado pelo desprezo aos nossos valores e à rendição aos piratas e predadores internacionais.

Quanto mais nos conscientizarmos desse fenômeno e mais nos mobilizarmos tão mais profunda e rapidamente expulsaremos esses criminosos da influência que exercem, com Sérgio Moro à frente.

Colabore com o Cartas Proféticas e aumente sua renda ajudando organizar seminários em sua cidade. Veja como.

Leia também: “Os que produzem cadáveres buscam a morte de Lula”. 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *