barbárie_mtst

A verdade salta dos muros dos quartéis policiais: a polícia foi cooptada e corrompida pelo fascismo!

Foto enviada pelo coordenador do MTST de Goiânia
  • A sua solidariedade ao Cartas Proféticas é absolutamente fundamental para  a  manutenção  e à renovação de equipamentos. Reforce-a com seus contatos e amig@s: http://cartasprofeticas.org/colabore.

Acesse também e compartilhe o Canal Espiritualidade Revolucionária: https://www.youtube.com/channel/UC9WX….

Por Dom Orvandil.

Há anos denuncio neste site o antro de banditismo e corrupção genocida em que se constituiu a maioria dos e das policiais. Encontrar policiais nas ruas não é sinal de segurança, mas de medo, de provocação, covardia e ameaças de morte por pessoas pagas com o dinheiro público, advindo do suado povo trabalhador.

Muitos dos e das policiais procedem de famílias absolutamente pobres e vítimas de sofrimentos por preconceitos sociais e raciais. Mas ao chegarem aos quartéis, depois de milhares de sofrimentos impostos por concursos violentos e adestradores, se transformam em coxinhas nojentos e criminosos, como o assassino de George Floyd.

Conheço muitas dessas pessoas, que se transformam em monstros perigosos ao envergarem fardas e armamentos.

A hierarquia que obedecem é a mesma ideologicamente servil aos interesses mesquinhos e satânicos capitalistas,  seguidas seus chefes corruptos (leia mais aqui).

Conheço casos lamentáveis de seres humanos jovens que se tornaram monstros perigosos. Sou perseguido por eles desde meus tempos de luta na cidade de Santa Maria, RS. Certa vez vi um bispo e alguns pastores humilharem um adolescente por suspeitarem de que ele era o autor de furtos nos quartos de hóspedes de um retiro. Indignado com a forma com que trataram o guri,  protestei. Mais tarde, ao assumir atividade pastoral justo no bairro onde ele morava, já soldado da polícia militar, surpreendi-me com as calunias e “dedoduragens” do rapaz, produzindo mentiras que colaboraram com minha prisão e enquadramento na famigerada “lei de segurança nacional”, condenando-me a dois anos e meio de perda da liberdade.

Há alguns anos palestrei numa faculdade de direito sobre direitos humanos e denunciei as truculências policiais contra moradores em situação de rua em Goiânia. Depois de falar um “estudante” negro, policial, tomou a palavra para defender a policia e negar truculências e barbáries perpetradas por aqueles funcionários públicos. Tudo comprovado por comissões de direitos humanos e pela Anistia Internacional. O tal “estudante” encheu sua fala de ameaças veladas à minha pessoa. Pior, mentiu sobre a honra de seus colegas de farda.

Antes ler a denúncia feita pelo líder do MTST aqui de Goiânia, que meu amigo Rogério me enviou por what’ app, posto as palavras do delegado da Polícia Civil de São Paulo, Orlando Zaccone, em entrevista a Fernanda Mena, à Folha de S. Paulo. Do alto da honra, por não ser miliciano, porco e fascista e, por colecionar o título de co-fundador do Movimento dos Policiais Antifascistas,  Zaccone afirma que “quem estiver nas ruas defendendo a pauta do governo, mesmo armado ou com um taco de beisebol, vai ser tratado com respeito. Quem estiver nas Ruas fazendo oposição, vai ser construído como terrorista”.

Leal ao povo brasileiro e não a hierarquias corruptas e fascistas, nosso honrado policial e delegado acrescenta: “a polícia infelizmente foi cooptada pelo discurso fascista, que diz que os policiais são mal recebidos pela esquerda e pelos movimentos sociais. O discurso é: ‘eles não gostam da polícia, mas nós gostamos”.

Por serem milicianos e fascistas policiais em Goiânia invadiram o acampamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto  para agredirem e fazerem ameaças de morte dizendo-se protegidos ao ponto de que de nada adiantará Rogério ou os movimentos sociais os denunciarem.

Assim o denuncia o coordenador do acampamento do MTST, Rogério: “Nesta sexta feira, a policia chegou na nossa ocupação Fidel Castro, na capital Goiânia, e ameaçou moradores e militantes da ocupação. Ao tentar saber o que estava acontecendo, um coordenador da ocupação levou tapas no peito, teve uma arma apontada na cabeça e ameaças de morte. Além disso, um policial entrou na ocupação de arma, ameaçou de morte moradores que chegavam perto do ocorrido e garantiu que não seria punido pelo ocorrido, gritando que todos ali na ocupação eram um lixo.

Já começamos a tomar medidas sobre o ocorrido. É inadmissível que esse tipo de ameaça aconteça em nossas ocupações, não toleraremos nenhuma violência.

Vidas periféricas e negras Importam!”, concluiu a nota de Rogério.

  • A sua solidariedade ao Cartas Proféticas é absolutamente fundamental para  a  manutenção  e à renovação de equipamentos. Reforce-a com seus contatos e amig@s: http://cartasprofeticas.org/colabore.

Leia mais e compartilhe, também:

– Obedecer a ideologia dominante, seguida pela hierarquia militar, ou ao povo pisado, desgraçado e ameaçado pela morte viral?

– Chimarrão Profético com professores e gestores da República de Emaús de Padre Bruno.

– O “seo” Mourão obtusamente, como sempre, prefere os milicianos do que o povo na luta pela democracia.

– Chimarrão Profético com o Rev. Dr. Luis Cardoso: “Evangélicos e católicos fundamentalistas são mentirosos!”

– A não repaginada Marina Silva faz chororô sobre a falta de previsão da desgraça Bolsonaro.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. "A verdade salta dos muros dos quartéis policiais: a polícia foi cooptada e corrompida pelo fascismo!" Leia a denúncia de truculência de policiais de Goiânia contra acampamento do MTST. Acesse e compartilhe semente a chamada e o link desta postagem. Fortíssimo abraço solidário: http://cartasprofeticas.org/?p=14762

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.