mentiras_terroristas

As mentiras são tão gritantes e gigantescas que atingiram em cheio o natal podre do mercado

Cartas Proféticas - Por Dom Orvandil.

Ninguém dotado de um mínimo de bom senso aceita mentiras que enganam, prejudica,  desmoronam relações e até matam.

Nenhuma mulher aceita mentiras de seus parceiros e vice versa. Nenhuma mãe e nenhum pai acolhe mentiras de seus filhos que redundem em prejuízos para eles próprios.

Nenhum patrão releva mentiras de seus trabalhadores, principalmente as que abalem as credibilidades de seus negócios.

Ninguém gosta nem é feliz com mentiras.

Porém, desgraçadamente, há uma pasmaceira de tsunâmica paciência com as macros mentiras que servem de biombos para os ladrões e bandidos de alta intensidade. Há a impressão de que todo o povo brasileiro tem consciência de que é enganado, roubado e manipulado, mas cada um diz para si mesmo e aos outros: “deixa estar, um dia todos saberão”; “deixa, um dia, ah um dia a verdade virá à tona”; “Deus é justo e um dia revelará toda a verdade” etc!

Enquanto isso continua a dança da insensatez na demolição do presente, na pavimentação dos caminhos de brutal e tirana ditadura fascista, aí sim os que restarem vivos se depararão com a dura e cruel verdade,  sem possibilidades de reação, de informação e resistência, com muito mais do que 60  mil mortos, como desejou o miliciano fascista Jair Bolsonaro,  cujo vídeo com essa entrevista roda pelas redes sociais.

Da falsa facada, passando pelo mentiroso tombo num banheiro do Palácio da Alvorada o Brasil tropeça nas mentiras sobre as compras do natal do mercado.

O jornalista Luis Nassif disseca as falácias de que as compras natalinas  subiram nesse ano à 9,5%.

O jornalista chega, em artigo e em vídeo, a nos fazer sentir ânsias de vômitos e dor na alma com os efeitos das manobras feitas por setores do mercado, da Rede Globo e da mídia chapa branca.

Os indicadores do mercado – sempre safado e golpista – injetam influências maléficas no mais profundo da alma do povo brasileiro.

No vídeo postado abaixo,  Nassif desnuda o esquema ao demonstrar convincente que durante o governo Dilma a economia funcionava infinitamente mais dinâmica e melhor para o povo brasileiro, mas a mídia e o empresariado manipuladores e golpistas diziam o contrário. Avisavam que era preciso derrubar a presidenta para que a economia voltasse a crescer. Agora a sociedade sente os reflexos econômicos do golpe, com baixo poder aquisitivo e de compra, enquanto a mídia comandada pela Globo e pelo empresariado ladrão e concentrador de riquezas e de renda comunicam que melhorou e que as condições financeiras, do PIB e dos empregos florescerão ainda mais fortes no próximo ano. Chega ao ponto de as pessoas dizerem a si mesmas, como que quase desmaia: “melhorou para o Brasil, só para mim não melhorou!”

A grande contradição a ser resolvida nos passos iniciais dos primeiros meses de 2020 é afloramos a ojeriza que todos temos de mentiras em nossas relações pessoais à rebelião nacional e popular contra rachadinhas, falsas facadas, cabeças enfiadas em vasos de banheiro no Palácio da Alvorada, que fez Michele Bolsonaro não ir às praias com seu marido nesta mudança de calendário, que esconde a mal contada história da casa 58 do Vivendas da Barra Pesada em relação aos assassinatos de Marielle e de Anderson e tantas outras fake news quase diárias ao até à criminosa manipulação de indicadores econômicos deste natal do papai mentiroso e ladrão, somando-se à subserviência do desgoverno ao imperialismo e ao desmonte do Estado brasileiro.

Em relação à manipulação de dados sobre as vendas de fim de não  “a Associação Brasileira dos Lojistas Satélites (Ablos) não ficou nada satisfeita com a comemoração da Alshop, que reúne lojistas de shoppings. Com adesão dos globais e grande imprensa a Alshop afirmou que o comércio natalino no varejo de shoppings subiu 9,5%, com crescimento anual de vendas superior a 7,5%. As informações são da coluna Painel, da Folha”, disse Luis Nassif.

“Esta não foi bem a realidade dos pequenos varejistas de shoppings, que entendem esse número inflado como uma ‘manipulação com alguma segunda intenção’, conforme declaração de Tito Bessa Jr, presidente da Ablos e fundador da TNG”, continua nosso jornalista.

A verdade, contudo é que “o presidente da Ablos aponta que, segundo pesquisa interna da associação, 70% das lojas tiveram desempenho pior ou igual a 2018 e 30% disseram que melhorou pouco. E esse pouco é em torno de 2% ou 1,5%, jamais 9,5%. O aumento pode ter sido pontual, entende Bessa Jr., ‘mas falar que o varejo cresceu 9,5% é uma mentira’, completa, ainda segundo Nassif.

E assim a Ablos homologa que “outros lojistas confirmam os números apontados por Bessa Jr., como Ângelo Campos, da MOB, que afirma que vários lojistas apontaram quedas nas vendas, ou Fernando Kherlakian, da Khelf, que diz ter tido uma queda de 2% e ‘eles estão falando que o mercado em geral cresceu 9%’, disse e completa, ‘Não é real isso’, diz Nassif (leia aqui o artigo completo).

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. Ninguém gosta nem é feliz sequer com as mentiras pequenas, por sem maldade que pareçam, mas as manipulações sobre as compras de natal parecem demonstrar que todos gostam de ser chifrados pelos mentirosos. Só que não. Acesse e compartilhe o link do Cartas Proféticas: http://cartasprofeticas.org/as-mentiras-sao-tao-gritantes-e-gigantescas-que-atingiram-em-cheio-o-natal-podre-do-mercado/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.