PENA-DE-MORTE

Ateus são mais humanos e solidários do que religiosos

Uma matéria sobre a pena de morte, resumida e bem feita pelo site Conexão Jornalismo, mostra contraste gritante entre ditos cristãos e ateus, em desfavor dos primeiros.

A reportagem explicita que uma pesquisa “do Instituto Datafolha sobre a adoção da pena de morte no Brasil chama a atenção dos mais atentos em um dos ítens analisados. 60% dos ateus são contrários a aplicação da chamada pena capital, enquanto no ambiente católico, por exemplo, 63% a desejam. Entre os evangélicos a maioria também gostaria de ver criminosos nos paredões: 53%”, diz a matéria.

Impressiona o fato de os auto nominados seguidores do Jesus que afirmou “eu sou a vida” e por ela entregou a sua sem fugir, enfrentando todos os dramas que os sediciosos sofreram em seu tempo, se coloquem ao lado da morte e não lutem pela  vida do próximo e por um sistema político mais justo do que o capitalismo decadente, a não ser de algumas pessoas que intregram suas igrejas.

A análise ideológica que fazem da realidade é de tal monta míope que não percebem que as causas do alto indice de criminalidade acontecem pelas distorções econômicas que atingem principalmente os pobres. Não entendem que a pena de morte se destinará aos pobres e negros, já perseguidos pelo desemprego e pela marginalização que os amontoa na miséria.

Além disso, a pena de morte leegalizada e depois a ser praticada por este judiciáriário invadido por fundamentalistas e fascistas partidários,  que defendem os privilegiados e enriquem usando os aparelhos da justiça, matará os pobres e os negros aos borbotões, gerando genocídio dos ricos armados contra os injustiçados desarmados.

A contradição fecha sempre no final da linha: os que são contra a liberdade das mulheres ao direito de deciderem pelos nascimentos de fetos frutos da violência como estupros e outras, depois concordam em matar os pobres e negros, notadamente os jogados no abandono por falta de educação, de saúde e de valores sociais.

Leia toda a matéria acima sinalizada.

Colabore com o Cartas Proféticas e aumente sua renda ajudando organizar seminários em sua cidade. Veja como.

Colabore com o Blog

Leia também carta de Dom Orvandil: “Desprezo os votos de “feliz natal” e “feliz ano novo”

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *