Solidariedade a Lula

Brasil, 13 de setembro – dia de defender a verdade e a democracia

Hoje é o dia de confrontar a mentira com a verdade. Lula vai ao depoimento judicial debaixo de pesada manipulação midiática e de condenação antes do julgamento. Lula comparece com a verdade e o apoio dos que o consideram o melhor presidente que o Brasil já teve. E querem tê-lo como próximo presidente da república. Não somos poucos. Esse é o pavor dos poderosos. Sofremos uma derrota mas não morremos. Renascemos nas lutas. Hoje em cada lugar desse país é o dia da verdade contra a mentira, da esperança contra o ódio. Vamos esclarecer, conversar, reunir e manifestar.

A batalha de hoje é parte fundamental da luta pela democracia. Ao defender Lula hoje estamos defendendo os direitos que querem tirar do povo brasileiro, o direito ao trabalho e ao salário, à aposentadoria, à educação, à moradia, à cultura com diversidade e liberdade. Estamos defendendo a Constituição e a República contra os que as profanam em prol dos seus interesses de pequena minoria muito rica às custas da miséria que volta a crescer no país. Os que nos golpearam nunca teriam o voto do povo para fazer o que estão fazendo. Por isso a democracia é a nossa bandeira.

Não escolhemos as condições em que se dá a luta entre as classes sociais, escolhemos o nosso lado nessa disputa e lutamos. Estamos do lado da classe dos que trabalham para viver; enfrentamos os que vivem da exploração do nosso povo. Construimos o Partido dos Trabalhadores para transformar o Brasil e o mundo. Mostramos que um outro Brasil é possível. Hoje, junto com os movimentos sociais e toda a esquerda que não se cala frente ao golpe dos poderosos contra o povo brasileiro, estamos construindo a unidade popular pela democracia. Venceremos!

GLEISI HOFFMANN
Senadora e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores.

Ajude-nos a romper as barreiras das manipulações e mentiras da mídia comercial. Colabore com o blog Cartas Proféticas. 

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.