São Paulo/SP 09.05.2011 - (39952) Governador Tarso Genro em audiência com Ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Carta de Tarso Genro a Lula: “és um prisioneiro político, originário do processo de exceção”

Ao escrever carta solidária ao ex presidente Lula, Tarso Genro  prova incontestemente a inocência do mais ilustre preso político, perseguido pelo adestrado do imperialismo, Sérgio Moro.

Ex prefeito de Porto Alegre, ex deputado federal, ex governador, homem originado e mantido como patriota pelo povo gaúcho,  Tarso jamais comprometeria sua imagem do também reconhecido advogado e intelectual com o condenado e corrupto, que o lavajateiro traidor da pátria quer fazer crer que Lula é.

No universo partidário e da luta política não há compadrio. Ninguém releva ninguém se se sentir prejudicado e seu futuro ameaçado como ser dependente de votos e de avaliação pública.

Mas nenhuma pessoa honrada e honesta abandona os amigos atacados por pulhas, entreguistas e traidores. Solidarizar-se com Lula numa hora de prisão injusta, fruto de condeação sem provas e perseguição fascista é compromisso de pessoas sérias e ilibadas. Tal comportamente ético independe superiormente de concordar com todo o currículo de governo de Lula. É mesmo coisa para pessoas dotadas do senso de grandeza.

Jamais as pessoas que cercam o ex presidente injustiçado se juntariam ao vampirão golpista Mi$hell Temer, com o marginal Eduardo Cunha nem com o criminoso Aécio Neves.

Portanto, a carta do ex governado Tarso Genro, escrita e entregue a Lula por seu filho Fábio, tem o significado da honradez, da inocência e da justiça, valores que compõem a vida pessoal e política do homem, sim do homem perseguido pela insanidade do adestrado da CIA, Sérgio Moro.

Leia a carta de Tarso Genro enviada a Lula na prisão, enviada e entregua pelo filho do ex presidente, o Fábio,  já que a também adestrada Carolina Pebbos, rica carcereira, que se aproveita da imagem famosa de Lula para apararecer como “rígida e técnica”. Mas só para os pobres e dócil para os poderosos.

Leia baixo a carta de Traso Genro, que foi publicada pelo site Sul21.

Colabore com o Blog


Caro amigo e companheiro Presidente Lula:

Aproveito a oportunidade da visita do Fábio para te remeter esta mensagem, que tenho confiança chegará nas tuas mãos. És um prisioneiro político, originário do processo de “exceção”, que verte por todos os poros do Estado Brasileiro. Esta “exceção” é articulada por uma parte não desprezível do Ministério Público e do Poder Judiciário, foi iniciada no Poder Legislativo – através de uma maioria fisiológica e parte dela corrupta – bem como está presente em vastos setores do Poder Executivo, dirigido -hoje- pelo que tem de pior na política nacional. Mas a agenda da “exceção” é do oligopólio da mídia, que queria conseguir e conseguiu montar um Governo que fosse refém das corporações privadas, para apresentar e aprovar as reformas que sufocam direitos históricos e desmontam políticas públicas de alto interesse social.

Sou testemunha da tua lisura e honradez como governante, que jamais fez qualquer gesto de proteção ou tentativa de dilação, nas dezenas de investigações e inquéritos que tramitaram na Polícia Federal e nos órgãos de Controle da União, durante os teus Governos. Particularmente me lembro -durante a minha gestão no Ministério da Justiça- do teu comando permanente para reforçar a Polícia Federal, para que esta desenvolvesse, á época, um trabalho exemplar – em todos os “fronts” de sua responsabilidade- na luta contra a corrupção endêmica, presente no Estado Brasileiro.

Tenho certeza que tens a tranquilidade e a dignidade moral, para passar por esta provação, que te impõem de maneira arbitrária e injustificada e que sairás, daí, mais forte do que entraste.

Sabes -perfeitamente- que o teu encarceramento é muito mais do que a apreensão da tua pessoa física, mas é a busca do encarceramento e neutralização da vontade política da maioria do povo brasileiro, nos corredores da humilhação e da derrota. Não conseguiram e não conseguirão. Como tu mesmo disseste, já és -pela tua sinceridade e capacidade de luta- uma ideia que flui e organiza as principais lutas do povo brasileiro, na busca da sua dignidade política e dos seus direitos.

Estou, como sempre, atento as tuas orientações políticas e sou solidário, de forma integral, contigo e com teus familiares.

Forte abraço, Tarso Genro.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *