cp_protesto-redes

Chimarrão Profético com o Vereador Matheus Gomes: “Por que permaneci sentado sem cantar o hino racista do Estado?”

Em dias sombrios pelo neoliberalismo e pelo fascismo, que matam os pobres, negr@s, mulheres, homossexuais, principalmente @s trabalhadores/as é preciso ousar na denúncia e no enfrentamento, como o fez o Vereador Mateus Gomes, eleito nas eleições de 2020 para ocupar uma vaga na Câmara de Porto Alegre, RS, que se negou levantar-se para acompanhar tod@s que cantaram o hino racista do Rio Grande do Sul, principalmente na estrofe que diz “Mas não basta, pra ser livre
Ser forte, aguerrido e bravo
Povo que não tem virtude
Acaba por ser escravo””.

Matheus Gomes, 29 anos é o convidado do Chimarrão Profético nesta terça feira, 05/01/21, às 11 horas. Ele é formado em História pela UFRGS e Mestrando em História também pela mesma universidade. Militante e ativista político desde 2009, foi eleito o 5º vereador mais votado de Porto Alegre, com 9.869 votos pelo PSOL.

Sua colaboração é aprecida e fundamental. Acesse nossa conta: http://cartasprofeticas.org/colabore

Dê likes, inscreva-se no canal, comente, ative o sininho e compartilhe nossos vídeos.

Acesse abaixo para ler e ver muito mais vídeos de enorme valor:

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.