Solidariedade à greve de fome

Comissão Pastoral da Terra se solidariza pela greve de fome de militantes do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA)

Nessa conjuntura de profunda afronta aos direitos sociais muitos/as preferem ignorar sua cidadania e viver como se nada acontecesse de grave contra o povo brasileiro. Muitos se dependeruam à frente das tvs das organizações midiáticas criminosas; outros se dependuram em Deus e em todos os santos pedindo que eles resolvam os problemas que são de nosso dever enfrentar; outos preferem vomitar ódio e culpar o passado do que se somar na unidade de luta contra a quadrilha golpista.

Mas há quem use sua própria vida em entrega nas denúncias contra o golpe, que ferem gravemente as pessoas, a democracia e a sobernaida do Brasil.

O frei Sérgio Antonio Görgen, com Josi Costa e Leila Denise Meurer se entregam a riscos de perder a própria vida ao fazerem  greve de fome extamente no antro do golpe onde os canalhas se apoiam para destruir o Brasil, a Câmara dos Deputados.

É hora de o Brasil tomar conhecimento desse ato de amor aos/às pequenos/as agricultores/as e aos/às trabalhadores/as e de coragem de enfentar os poderosos interesses no roubo de nossas terras e subsolo.

É hora de o povo brasileiro se levantar e derrubar a quadrilha e varrer dos poderes legislativos e judiciário o bando de ladrões e entreguistas que nos afrontam e destroem.

Leia abaixo a nota de solidariedade da Coordenação Nacional da Comissão Pastoral da Terra.

Colabore com o Cartas Proféticas e aumente sua renda ajudando organizar seminários em sua cidade. Veja como.


A Diretoria e a Coordenação Nacional da CPT encaminham mensagem de solidariedade às companheiras e ao companheiro do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), que entraram hoje (08) no quarto dia de greve de fome contra a nefasta Reforma da Previdência, proposta pelo governo ilegítimo de Michel Temer. A CPT se soma a essas lutadoras e a esse lutador contra mais essa usurpação de direitos do povo brasileiro. (Foto: MPA)

A Diretoria e Coordenação Nacional da CPT se solidariza com o Frei Sérgio Antonio Görgen, com Josi Costa e Leila Denise Meurer, do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), que iniciaram greve de fome na Câmara dos Deputados, em Brasília, em repúdio à Reforma da Previdência.

Vivemos tempos difíceis, de tantas violências contra os mais vulneráveis na sociedade. A violência não é somente física, que maltrata e mata diretamente, mas também institucional, resultado de leis que retiram direitos e negam a milhares de brasileiros e brasileiras as condições para uma vida digna.

A atitude das companheiras e do companheiro do MPA expressa muita força, coragem e compromisso com os que sofrem; estão dispostos a passar fome por alguns dias, a fim de denunciar os desmandos que o atual governo está impondo ao Brasil e chamar a atenção do público, que por vezes não manifesta o seu repudio às negociatas nefastas entre o governo e o Congresso Nacional, à serviço dos interesses do empresariado e às  custas dos direitos da maioria do povo brasileiro.

A CPT se une às vozes e às mobilizações contra a Reforma da Previdência e contra diversos outros projetos que ameaçam os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, e deseja muita força para estas companheiras e companheiro, nesta atitude de solidariedade profunda.

A Diretoria e Coordenação Executiva Nacional da CPT

Goiânia, 08 de dezembro de 2017 – 4º dia da greve de fome

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *