serra da barriga

Consciência Negra: serra da barriga é cenário de celebrações neste 20 de novembro

Serra da Barriga, maior espaço de resistência de escravos durante o período colonial, foi tombada há 30 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)(Foto: Ascom/Semudh)

Por Sirley Veloso e Tácila Clímaco/Agência Alagoas 

Declarada Patrimônio Cultural do Mercosul, em uma cerimônia realizada no último sábado (11), a Serra da Barriga será o cenário de uma vasta programação em celebração à Consciência Negra, nesta segunda-feira, dia 20.

A comemoração terá início na madrugada, às 4h, com uma homenagem dos líderes das religiões de matriz africana, aos seus ancestrais. Na programação consta também, uma homenagem a Zumbi dos Palmares, assinatura da ordem de serviço pelo governador Renan Filho para a construção da via que dá acesso à Serra, e diversas apresentações culturais que seguem até o final do dia.

Símbolo de liberdade e de preservação da cultura afro-brasileira, a Serra da Barriga, região que abrigou o Quilombo dos Palmares, maior espaço de resistência de escravos durante o período colonial, foi tombada há 30 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

“A Serra tem hoje o Parque Memorial como equipamento de acolhimento, mas ela por si só é o grande monumento. Subir a Serra, pisar aquele solo, tirar o calçado, fazer toda referência aos quilombolas que defenderam a sua terra, e fazer com que a história do grande líder Zumbi dos Palmares, herói nacional, continue viva é muito importante para as futuras gerações”, declarou o presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir), Helcias Pereira, órgão que a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos tem assento.

Para a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Claudia Simões, as celebrações têm relevância na reflexão do importante legado deixado pelo povo negro, na formação histórica, cultural e religiosa do povo brasileiro. “Além da gratidão a esse povo forte e guerreiro que luta para reafirmar suas crenças, costumes e valores, temos o dever de buscar juntos a inclusão dos remanescentes dos povos africanos”.

Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro e representa a luta dos negros contra a discriminação racial. A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro “Zumbi”, que lutou contra a escravidão no Brasil.

Em celebração a esta data, o Governo de Alagoas, por meio das Secretarias da Mulher e dos Direitos Humanos, da Cultura e a de Desenvolvimento Econômico e Turismo, em parceira com a Fundação Cultural Palmares e o Ministério da Cultura, irá promover uma vasta programação na Serra da Barriga, na cidade de União dos Palmares.

Colabore solidariamente com o Cartas Proféticas,  que analisa criticamente as notícias, busca os nexos com o todo, com as causas e os efeitos.

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.