Vitória na Venezuela

Da Venezuela sopram os ventos da resistência e da luta

É necessário sempre reafirmar que a vida é dinâmica, ousada, insistente e transcende os quadradinhos da mídia, dos preconceitos, do coxismo, dos desanimados, dos acomodados,  dos desunidos, até mesmo na esquerda, e dos que fogem da realidade, com medo do trabalho e do sacrifício.

Nas eleições de domingo, dia 15 de outubro de 2017, a base governista formada pelo Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), furou o cerco terrível formado pelo poderoso imperialismo americano, sub comandado pelo seu presidente louco Donald Trump, pela mídia manipuladora, mentirosa, corrupta e covarde e pela oposição ao governo Maduro e derrotou os golpistas politicamente através das eleições.

A vitória do governo venezuelano ocorre devido a duas ações permanentes: 1. A formação incessante dos quadros de luta política, qualificando os quadros populares na luta contra todas as barreiras ao socialismo; 2. Pela resistência prática e insistentemente reforçada pela unidade e pela luta que ultrapassa a funcionalidade institucional dos órgãos de Estado.

O governo atua afirmativamente  na criação de programas sociais, mas, ao mesmo tempo, reforça a qualificação da militância das lideranças esclarecidas e disciplinadas na luta.

A prova é que os candidatos governistas do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) venceram na maioria dos estados nas eleições regionais do país.

De acordo com os dados preliminares divulgados pelo Conselho Nacional Eleitoral, os candidatos governistas venceram em 17 dos 22 estados. “Estes resultados tem um caráter irreversível após a contagem de 95,8% dos votos”, informou a presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena.

Tibisay declarou também que a participação da população nas eleições regionais teve um número histórico, contando com uma “inesperada participação” de 61,14% de eleitores.

Mesmo que a onda de calúnias, certamente assumida pela mídia capacho do imperialismo no Brasil, com o objetivo de fragilizar e desqualificar as eleições, o certo é  que  esta é a segunda estrondosa vitória do povo venezuelano, depois de eleger os constituintes para a elaboração de nova Constituição para o país.

Com informações de Sputnik Brasil.

Colabore com o Cartas Proféticas que analisa as notícias, busca os nexos com o todo, com as causas e os efeitos e critica  propositivamente.

Compartilhar:



Um Comentário

  1. Parabéns mas um texto com o objetivo do povo refletir e assumir seu papel de igreja.

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.