cachorro_morto

De marreco à cachorro morto Sérgio Moro tenta latir conselhos

Por Dom Orvandil

Protagonista do maior golpe de destruição do Estado brasileiro; da traição à Pátria; do estupro da soberania nacional; golpista de primeira hora; chefe da máfia lavajatista composta de criminosos que afrontaram a justiça e prostituíram a Constituição Federal; membro do desgoverno calhorda, fantoche do imperialismo, protofascista miliciano, morto e insepulto, como cachorro morto,  o marreco de Maringá, fingindo enfrentamento do comparsa miliciano dá uma de conselheiro contra a quebra do isolamento social.

É evidente a intenção de cuspir para cima numa forcinha ao mercado. Como é morto e insepulto, o marreco-cachorro morto Sérgio Moro sabe que ninguém dará ouvidos à sua hipocrisia, que apenas serve como incentivo aos insensatos.

Aí o amigo do Aécio do Pó escreve em sua conta no twitter: “número de mortos vítimas do coronavírus no Brasil cresce de forma expressiva, infelizmente. Passamos de cinco mil mortos. Há uma incerteza em relação à evolução da pandemia. Cuide-se! Se não puder ficar em casa, tome cautelas ao sair”.

As provocações marrecas nos mostram que a luta na retomada de nossas mobilizações se impõe cada vez mais.

O analfabetismo do bufão é gritante. Moro, o cachorro morto, nada conhece de pontuação!

Acesse também e compartilhe:

– O tchutchuca Paulo Guedes mata enquanto o miliciano Bolsonaro se nega a ser coveiro.

– André Mendonça declara, em nome do deus dele, o miliciano Bolsonaro como profeta.

– O “e daí? Lamento”, não é apenas deboche, trata-se da monstruosidade de um projeto genocida.

– Com a jornalista Thalía Fuentes Puebla num olhar respeitoso e afetivo aos trabalhadores heróis cubanos.

– Na Paraíba: capitalismo e fundamentalismo na máxima opressão na humilhação dos trabalhadores.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

3 Comentários

  1. "De marreco à cachorro morto Sérgio Moro tenta latir conselhos": http://cartasprofeticas.org/de-marreco-a-cachorro-morto-sergio-moro-tenta-latir-conselhos/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.