Desmonte na educação mostra urgência da mobilização popular

Gleisi Hoffmann* Os quatro primeiros meses do governo Bolsonaro foram marcados pela paralisia administrativa do Ministério da Educação, provocada por conflitos permanentes entre núcleos ideológicos que passaram a se digladiar na gestão da pasta, então sob o comando de Vélez Rodrigues. Agora, com Abraham Weintraub à frente do MEC, estamos assistindo a um verdadeiro desmonte … Continue lendo Desmonte na educação mostra urgência da mobilização popular