usa_acima

Do diário do Bozonazi: “Estados Unidos acima de tudo. Minha família acima de todos!”

Márcia Tigani*

Nota: A Doutora Márcia encontrou este texto na internet e postou no seu what’s app. O editor do Cartas Proféticas o publica para nossa reflexão.

Diário, até que enfim o Dudu fez 35 anos. Agora ele pode ser embaixador do Brasil nos EUA. Isso é que é presente de aniversário, talkei!

Já estava tudo planejado desde que eu ganhei a eleição. Por isso que foi o Dudu que ficou comigo na sala com o Trump, e não o Ernesto Araújo. E por isso que o Brasil ficou três meses sem embaixador. Eu estava dando uma enrolada até ele fazer 35 anos, que é a idade mínima para ser embaixador. Sou esperto ou não? Não é à toa que o pessoal me chama de mito.

Sei que os esquerdopatas vão me encher o saco. Mas estou me lixando. O filho do Mourão não subiu no Banco do Brasil? Então, se o filho do vice pode, o meu pode mais ainda.

Acesse e veja essa interessante conversa com um líder sindical.

Também vão falar que o Dudu não fez o curso do Instituto Rio Branco. Mas o Dudu é escrivão concursado, pô. Quase a mesma coisa. 

Dizem que os diplomatas ficam 40 anos se preparando até chegar no ponto de ser embaixador. Mas o que que ele ficam fazendo esse tempo todo? Treinando pra tomar chá de dedinho levantado? O Dudu passou à frente dessa turma porque o Q.I. dele é maior. E Q.I., pra mim, é Quem Indica, kkkk!

Leia também a ançise sobre a dicordância de Bolsonaro do Papa ao defender a “imparcilaidade de Ségio Moro.

A oposição vai reclamar, insinuando que ele ser embaixador é mamata. Mas não é, porque eu não sou mãe, sou pai. Então é papata, kkkkk!

No tocante ao Twitter, já estão comentando que eu tinha prometido uma gestão transparente mas estou fazendo uma “gestão traz parente”. Pura maldade.  O garoto é competente, pô!  Gastei uma nota contratando um professor particular de inglês para ele. E o Joel Santana foi ótimo! 

Também já estão falando em “Embaixaria Brasileira” nos EUA. Baixaria por quê, pô? Só porque eu vou nomear o meu filho? O rei saudita também nomeou o filho dele embaixador nos EUA. Se o rei de lá pode, o rei daqui também, talkei? Direitos iguais! 

O que importa é que com o Dudu a gente vai sair do “fundo do posso”. Ou será que é “fundo do poço”? Deve ser “posso”, porque foi assim que o Dudu tuitou, e ele é tão bom em português quanto em inglês.  

Olha, Diário, acho até que vou mudar meu slogan. Vai ficar assim: 

“Estados Unidos acima de tudo. Minha família acima de todos!”

*Médica especialista em Psiquiatria, Escritora, Poeta, Militante na defesa da saúde pública e Colunista do Cartas Proféticas.

Leia, veja e compartilhe mais:

Roberto Armando Ramos de Aguiar: mais um patriota que morre no contexto de golpe e de assédio político e moral

Cooptados;

Maçã envenenada;

Aparecem as causas da morte de Paulo Henrique Amorim. Lula em risco!

O choro facínora e as lágrimas emocionadas do surdo, cego e injusto Rodrigo Maia.

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.