praça são pedro e cúpla do vaticano

Do Vatican News nota oficial: “Precisação sobre o caso Grabois-Lula”

Depois de tantas idas e vindas entre os grupos conservadores animados pela Opus Dei no Vaticano, ligada à direita mais reacionária no Brasil e no mundo, e os assessores do Papa Francisco, interessados no diálogo com os movimentos sociais na libertação dos pobres em todo o mundo, notadamente na América Latina, o órgão online do Vaticano, Vatican News, emite nota sobre o caso do impedimento da visita a Lula pelo representante do pontífice, o advogado e professor Juan Grabois.

Depois de “noticias” mentirosas tentando rebaixar o representante do Papa, barrado pela miopia e ódio de Sérgio Moro e sua juíza de alma pequena, por um lado,  dizendo que Juan Grabois fez a visita em nome pessoal, por outro afirmando até que se tratava de um impostor.

Na nota percebe-se recuo dos reacionários do Vaticano, mancomunados com a mídia golpista brasileira, que tentou ignorar a grosseria de Sérgio Moro e seus paus mandados.

Papel feio e desprezível dos vaticanólotras e da mídia brasileira. Sempre na linha suja do golpe tentam manipular as notícias e as pessoas para enganar o povo o brasileiro.

Vade retro satanás!

Leia a nota abaixo. 

Colabore com o Blog

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros.

Cidade do Vaticano

Corrigindo um nosso serviço precedente sobre o caso Grabois-Lula, devemos ressaltar que havia imprecisões na tradução e nas transcrições que induziram a alguns erros. Abaixo apresentamos a notícia correta.

O advogado argentino Juan Gabrois é Consultor do ex-Pontifício Conselho Justiça e Paz, que passou a fazer parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, e é o coordenador do encontro mundial dos movimentos sociais em diálogo com o Papa Francisco.

Grabois concedeu uma entrevista (https://youtu.be/A7F-C1Bi5Q0) depois de ter sido impedido de visitar o ex-presidente Lula no Cárcere de Curitiba, onde está detido há mais de dois meses. Grabois definiu inexplicável a rejeição de não ter podido se encontrar com Lula a quem queria levar um Terço abençoado pelo Papa, as palavras do Santo Padre e as suas reflexões com os movimentos sociais e discutir assuntos espirituais com o ex-chefe de Estado.

Grabois disse que está muito preocupado com a situação política no Brasil e em vários países da América Latina. Enfim, disse estar muito triste pela proibição de realizar esta visita, mas que o importante é ter conseguido levar a Lula o Terço.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *