bolsonaro_banho de sangue

É claro que os Estados Unidos manipulam Bolsonaro e seus apoiadores nessas eleições

Em competente artigo, de fácil compreensão a qualquer  nível de informação, o sociólogo e especialista em Relações Internacionais, Marcelo Zero, colunistas do site Brsil 247, indica o roteiro das manipulações e das técnicas históricas usadas pelos Estados Unidos, a Iglaterra e todas as potências ineteressadas nas riquezas dos povos e de como neutralizar, dispersar e enganar as pessoas.

São técnicas sofisticadas e preparadas nos laboratórios do poderoso império econômico do mundo, apesar de franca decadência.

As manipulações de multidões de pessoas na chamada primavera árabe, que varreu governos, destruiu nações e minou as resistências dos combatentes,  atingiu o Brasil desde 2005 com o falso mensalão e depois a partir de 2013 derrubando a presidenta Dilma, instaurando um regime de canalhas, saqueadores e vampiros instalados no governo, no judiciário, no parlamento, nos quertéis,  nas empresas, na mida, nas igrejas, nas maçonarias, nas famílias e em todos os setores para derrubar e roubar o Brasil. Nada diferente do que já fizeram pelo mundo afora.

Marcelo tem toda a razão em identificar a CIA, esse órgão desgraçado e criminoso estadunidense,  por detrás de Sérgio Moro, da lava jato etc, sem dúvidas com as cordas do manupulado Jair Bolsonaro nas mãos das corporações.

As eleições de 2018 são manipuladas barbaramente com técnias sofiscadas que roubam a razão, a inteligência e a capacidade de análise de milhões de brasileiros.

As manipulações são integradas pelo medo, pelas ameaças de fantasmas, por calúnias, por mentiras e, sobretudo, pela ideia de desqualificação dos outros, dos que pensam e são diferentes dos chefes do terrorismo, como o são Bolsonaro, seus filhos, Hamilto Mourão e seus apoiadores dos infernos.

O what’s app e as redes sociais são meios poderosos no uso dessas técnicas manipuladoras, verdadeiros virus da consciência ética.

É bom que se diga que essa é a prática do fascismo, do fundamentalismo e da direita.

Essa prática é muito diferenciada do que fazem os lutadores, militantes e lideres populares. Estes contam que o estudo da realidade, com a preparação de quadros, com a conscientização, com prática militante bem fundada teórica e militantemente.

Os obetivos dos golpistas são o golpe de Estado e o roubo das riquezas do país com a consequente alienação e empobrecimento do povo.

Os objetivos dos lutadores do povo é a emancipação de todos, a inclusão, a participação, a distribuição de renda, de riquezas e a educação do senso coletivo nas decisões quanto aos melhores caminhos a seguir pelo bem geral, principalmente dos trabalhadores e dos pobres.

Já quanto as intenções dos Esatdos Unidos nessas eleições na sufragação do fascista Jair Bolsonaro como presidente é o de usar  nossa juventude para provocar banhos de sangue em guerras contra  os povos de Cuba, Venezula, Nicarágua, Bolívia, México e em todos os países latinoamericanos dententores de riquezas e de governos não submissos à voracidade do império decadente.

Acesse abaixo o belo artigo do sociólogo Marcelo Zero. 

Colabore com o Blog

Tem dedo da CIA nas eleições do Brasil

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *