embolsonaro_bosta

Embolsonaro faz um governo liberal individualista (na sua expressão fatídica que hoje é o neofascismo, ou seja, um fascismo entreguista), e não personalista

Por Daniel da Costa*

A mídia Golpista, traidora da nação brasileira, do povo brasileiro, (quadrilha marinho da globo, mesquita do Estadão, frias da folha de SP principalmente …) Mídia que pertence à facção criminosa da rapina do orçamento público, agora se coloca contra embolsonaro porque este já não lhe serve mais para dar continuidade ao saque do dinheiro público – pois Embolsonaro decidiu se aproximar de outra facção da mídia golpista (Record do Macedo e SBT do Abravanel etc.) em busca de proteção a sua familícia).

A facção midiática golpista que se alinha à quadrilha marinho da globo disse então que Embolsonaro faz um governo “personalista”.

Não traidores! Embolsonaro faz um governo “individualista”!

Embolsonaro segue direitinho a cartilha liberal, que é tradicionalmente a vossa cartilha.

Apenas Embolsonaro mostra claramente o verme que é e para que veio, enquanto vocês, canalhas, permanecem no anonimato apostando na idiotice e imbecilidade de quem lê seus veículos e acredita em suas mentiras.

Embolsonaro age como todo líder de regime fascista, que é o resultado fatídico do individualismo liberal … no caso, arregimenta, em nome de uma moral de perfeição abstrata e hipócrita, uma multidão de individualistas despolitizados que crerão na bravata do estado mínimo liberal para o povo e máximo para a minoria endinheirada, traidora, da rapina nacional.

No fascismo, como não se trata de um fluxo vital entre o chefe e seu gado, como no nazismo; no fascismo a figura abstrata do Estado sobrepuja as fraquezas que  líder possa ter. Tudo pela causa da destruição dos pobres e excluídos pelo poder de represália do Estado que o gado neofascista, que aplaude o estado mínimo, na repressão e violência, quer o estado máximo nas mãos do líder fascista.

Portanto, a ideologia liberal, mãe dos fascismos, é um “coletivismo”, mas um tipo de coletivismo da uniformização social baseada no anonimato de indivíduos isolados e sem face … Mundo dos indivíduos número, sem consciência e nem enraizamento social. Mundo dos indivíduos pequeno burgueses isolados, ressentidos e odiosos. Mundo da “vidinha” pequeno burguesa. Mundo da busca desenfreada pelo “ter”, já que é um mundo vazio de “ser”. Mundo das coisas mortas, e vazio de pessoas vivas. Mundo dos objetos, e não de pessoas. Mundo do controle e de uma falsa ordem que oculta a desordem liberal.

Mundo do moralismo hipócrita pequeno burguês, que é a forma como a mentira do indivíduo liberal cauteriza a consciência de cúmplice no mal e na desordem social que todo indivíduo liberal apoia, votando sempre em políticos que tocarão a agenda de destruição liberal.

Destruição sempre subjacente, sempre insidiosa, que procura se manter como o “normal”, o natural, mundo cuja destruição cultural (humanidade) e natural é eficaz. Portanto, uma destruição diferente apenas em sua expressão imediata de intensidade, como é a do seu filho bastardo, o neofascismo.

Assim, é necessário por os pingos nos “is” e esclarecer os termos.

A “pessoa relacional” é conceito básico da filosofia personalista, e não se confunde com o “indivíduo isolado” da filosofia liberal.

A pessoa do personalismo é disponibilidade, abertura ao diferente, compreensão, acolhimento e retirada estratégica para auto fortalecimento interior, antes da retomada da luta diária por justiça e encontro das verdadeiras raízes que darão sentido a sua existência. Pois o modo de existência pequeno burguês não é aceito pela pessoa, que é ser para a plenitude e não para a mesquinharia ressentida burguesa.

Já o “indivíduo liberal” é o contrário da pessoa relacional, é o seu antípoda.

O indivíduo liberal é indisponibilidade, fechamento e recusa sistemática; medo ao diferente, incompreensão, recusa do outro, e  fuga covarde  para seu mundinho interior vazio; mundo social fechado dos condomínios que é seu meio de fuga para não ter que enfrentar sua falta de verdadeiro enraizamento na comunidade humana e social. Única coisa que daria maior sentido a sua existência pequeno burguesa vazia.

Assim, o modo de existência burguês, o modo de existência pequeno burguês, não é aceito pela pessoa, que é ser para a plenitude, e que luta contra o mundo burguês vazio, frio, calculista, egoístico, sem amor e odioso.

Portanto, que não se confunda pessoa com indivíduo!

Todavia, mais uma vez, a mídia golpista, traidora da nação, alcoviteira das minorias endinheiradas da rapina do bem público, do orçamento nacional, querem confundir as coisas, para camuflar sua podridão.

Não canalhas! Embolsonaro faz um governo individualista, liberal em seu desfecho fatídico hoje com o mundo neoliberalismo rentista: um governo neofascista. Embolsonaro é vossa cria … Vocês o pariram. Assim como Hitler, Mussolini (e todo modelo centralista de governo na história moderna)  foram resultados das políticas de guerra sistemática do capitalismo liberal ocidental contra qualquer ensejo de democracia inclusiva e participativa; contra qualquer ensejo de auto determinação dos povos onde sua rapina manteve seus olhos cobiçosos e assassinos.

Os coletivismos (que são arremedos toscos da vida comunitária) têm surgido quando o ar putrefato do individualismo liberal fica insuportável. Daí, sem que se permita a entrada em cena de uma proposta verdadeiramente democrática (que é inclusiva e participativa), verdadeiramente comunitária, social, é o indivíduo isolado, na forma do chefe único, senhor da moral e dono da verdade, que surge: o salvador da pátria “negador da política” que salvará o mundo por meio da repressão estatal. Sempre diante de uma massa de indivíduos liberais isolados, despolitizados pela mídia golpista e odiosos aos outros, como seu líder. 

Com Embolsonaro, nós não temos um governo personalista, mas sim individualista. Um típico fascista que, sem ressonância real com a comunidade humana, reverbera apenas os preconceitos de classe e de ódio de indivíduos tão cretinos, sádicos e hipócritas como ele mesmo é. Ao menos mais sincero que a canalha midiática golpista e hipócrita que o pariu.

O individualista embolsonaro é vossa cria, canalhas!

*Bacharel, licenciado, mestre e doutor em filosofia pela USP; bacharel em teologia pela Faculdade Teológica Batista de SP; pedagogo licenciado pela FALC; autor de artigos de filosofia em veículos especializados e livros coletânea; autor do livro *O cristianismo ateu de Pierre Thevenaz* (no prelo); tradutor de mais de trinta livros nas áreas de filosofia, ciências da religião, ciências humanas e teologia; músico profissional (guitarrista) e jornalista. Colunista do Cartas Proféticas.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. "Embolsonaro faz um governo liberal individualista (na sua expressão fatídica que hoje é o neofascismo, ou seja, um fascismo entreguista), e não personalista." Leia esse belo artigo do doutor em filosofia pela USP, teólogo protestante e colunista do Cartas Proféticas, Daniel da Costa. Compartilhe o link do Cartas Proféticas: http://cartasprofeticas.org/embolsonaro-faz-um-governo-liberal-individualista-na-sua-expressao-fatidica-que-hoje-e-o-neofascismo-ou-seja-um-fascismo-entreguista-e-nao-personalista/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.