“Não teremos mais a capacidade de planejar a produção e distribuição de energia”, diz economista Mattoso

Entrega da Eletrobras é para destruir o Estado brasileiro

“Não teremos mais a capacidade de planejar a produção e distribuição de energia”, diz economista Mattoso!


O golpe dado através do impeachment sem culpa, que derrubou a Presidenta Dilma Rousseff,  o foi com o objetivo amplo e estudado de destruir toda a capacidade do Estado brasileiro de investir econômica e socialmente no desenvolvimento do País.

Os golpistas a serviço e comprados pelas gigantescas corporações nacionais e americanas do Norte têm como objetivo impedir que governantes nascidos da vontade do povo consigam, se eleitos, planejar o Estado para investir em políticas públicas.

O povo, os trabalhadores, os pobres não terão mais nenhuma atenção por parte do Estado, cada vez mais privatizado e entregue aos vampiros e criminosos, contando com  o apoio dos homens e as mulheres da lei, do judiciário.

É nessa onda que entra a venda da Eletrobras.

Tem razão o economista Jorge Mattoso, presidente da Caixa Econômica Federal no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva. quando diz: “O Estado está perdendo cada vez mais a capacidade de planejamento e de definição de políticas públicas e objetivos estratégicos. Passa por Petrobras, Eletrobras, BNDES, bancos públicos. Trata-se de um projeto que objetiva tirar a capacidade de planejamento e de estabelecimento de políticas públicas do Estado e do país”.

A solução para impedir essa ventania neoliberal satânica é reagir nas ruas com poderosas mobilizacões, já que nada se pode esperar do prostituído parlamento e de sua amásia, a justiça nas mãos de coniventes com a destruição do Brasil como País da esperança.

Dilma em nota sobre a privatização conclama o povo a se levantar: Privatizar a Eletrobras é um erro estratégico. Erro tão grave quanto está sendo a privatização de segmentos da Petrobras. No passado, essas privatizações já foram tentadas pelos mesmos integrantes do PSDB que hoje dividem o poder com os golpistas. Naquela época, isso só não ocorreu porque os seus trabalhadores e o povo brasileiro não permitiram. Mais uma vez devemos lutar para não permitir(o grifo é nosso).

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.