evangelicóides_nefastos

“Evangélicos”, brancos e ricos são parte da base contra o Brasil em apoio ao vírus facada mentiroso Bolsonaro

Por Dom Orvandil.

Ontem,  enquanto o vírus facada Bolsonaro falava ao Brasil em rede de radio e TV, ao som dos panelaços que tomaramonosso país, eu escrevia sobre a desonestidade intelectual do capetão na interpretação de textos, como foi o caso da fala do Chefe da OMS.

Escrevi assim:  “o miliciano ocupante indevidamente da presidência da República, Jair Bolsonaro,  não errou ao castrar o texto do Chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, que falou das preocupações da organização da saúde da ONU sobre a pandemia, principalmente com referência às vidas dos pobres, ameaçados de contaminação e pela fome, se os Estados não os socorrerem”.

Depois de me referir à campanha eleitoral absolutamente golpeada por mentiras determinantes do desastre que vivemos, com o desonesto contumaz decepando do contexto a palavra “verdade”,  acrescentei que “o mal de interpretar textos e a realidade a partir do que a pessoa pensa ser, como se as coisas  não  tivessem origem, ligações e fim é próprio de posturas autoritárias. Bolsonaro copiou essa falsificação dos fundamentalistas evangelicóides, que seguem a linha torta e desonesta da descontextualização de todos os textos para falarem daquilo que imaginam ser o conteúdo. Absolutizam  aspectos isolados para se referir ao todo sem compreenderem o todo de um texto, nas raízes histórias, culturais, éticas, econômicas, sociais, ideológicas e contextuais  limitando-se a uma palavra ou uma frase como verdades absolutas e transcendentais”, leia o texto integral no Cartas Proféticas.

Os desonestos intelectuais, mentirosos viciados, castradores da verdade científica e bibliográfica, até porque não lêem,  não estudam e odeiam quem o faz, vacilam entre as idéias que borbulham em suas mentes caóticas, por isso, sem confiarem na força coletiva e democrática, em dado momento falam e fazem coisas e em outro praticam o contrário.

Não acontece outra coisa com o miliciano mentiroso Jair Bolsonaro. Ontem aparentou fazer um discurso conciliador ao se dirigir sem autoridade ao povo brasileiro. Contudo, se observarmos atentamente a fala do presidente fake news perceberemos mentiras e ameaças a pularem pelas entrelinhas do texto mal lido.

Não deu outra. Hoje pela manhã o facada mentirosa atacou os governadores e prefeitos brasileiros, jogando gasolina no fogo que o queima rapidamente.

Acentuando o conflito se centrando em foco injusto o boçal, usa do cargo de presidente para atacar os esforços estaduais e municipais, tentando desmoralizar os que trabalham.

Depois de postar em suas contas nas redes sociais um vídeo calunioso e falso sobre mentiroso desabastecimento da  CEASA de Belo Horizonte, querendo atingir o prefeito daquela capital, o incendiário fascistóide atacou governadores e prefeitos que, diferentemente dele,  trabalham na defesa do povo.

“Não é um desentendimento entre o Presidente e ALGUNS governadores e ALGUNS prefeitos..
– São fatos e realidades que devem ser mostradas.
– Depois da destruição não interessa mostrar culpados,” agrediu pelas redes sociais o maior exemplo de desonestidade o beligerante Boslsonaro, que não sustenta palavras de paz e de solidariedade, na sua costumeira errância em mudar de posição em poucas horas, tomado de ódio e de ciúme de quem trabalha.

No texto de ontem me referi que quem mais age de maneira intelectualmente desonesta, com falta absoluta de ética, são os “evangelicóides”, que inspiram a família do fascista na presidência e a boa parte de seus falsos ministros, embalados pelo charlatanismo terra planista e da “teologia” da “prosperidade”, na verdade, religiosidade neoliberal.

Escrevo “evangelicóides” ou “evangélicos” entre aspas para me referir a segmentos fundamentalistas de falsos cristãos, que adulteram as raízes progressistas do protestantismo evangélico, que se definem pela dedicação aos estudos e à pesquisa em respeito à ciência, notadamente as ciências hermenêuticas.

Não é o caso de “evangelicóides” fascistas, ricos e brancos racistas identificados pela pesquisa do Instituto Quaest,  “divulgada pelo Colunista no Valor Econômico e professor universitário, Bruno Carazza, em sua conta do Twitter, nesta quarta-feira (1), [que] revela que Idosos, evangélicos e ricos são os que mais acreditam nas mentiras de Bolsonaro sobre coronavírus”.

“Outro grupo de suporte de Bolsonaro, os evangélicos, também desconfiam que a imprensa exagera na cobertura (28%).

Quando perguntados sobre como Bolsonaro está lidando com a crise, esses mesmos grupos (de direita, evangélicos, mais velhos e mais ricos) são os segmentos que avaliam melhor a conduta do presidente.

Entre os de direita, 65% aprovam a conduta de Bolsonaro” informa a Revista Forum.

Estes são os falsos cristãos, os “evangelicóides” fariseus diabólicos, que se somam ao milicianismo ladrão e assassino,  bem como ao fascismo,  no ódio ao bem e à salvação real das vidas humanas, principalmente dos trabalhadores e dos pobres.

Estes facínoras, ratos de igrejas, gritões de aleluias e berros delirantes ao deus feito à imagem e semelhança deles são criminosos aliados da mentira, da ditadura fascista e da destruição do Brasil.

Nada têm de cristianismo. O deus deles é maamon, do dinheiro neoliberal absoluto!

.Segundo a pesquisa, no entanto, há um cepo minoritário entre os evangélicos mais sérios e éticos, de cerca de  23% que  “consideram que Bolsonaro está agindo “muito mal”, contra 34% dos católicos e 36% de outras religiões”, informa a Fórum.

Para confirmar a estatística indecente da malandragem “evangelicóide”  o “pastor” canalha Roberto José dos Santos, de Pernambuco, jogou as pessoas de sua congregação no município de Abreu e Lima e em outras cidades, à exposição da contaminação violenta e em massa, de joelhos nas calçados, provavelmente habitadas pelo vírus para orarem pelo miliciano na presidência.

É fundamental que as autoridades daquele Estado averiguem  esse pastor bolsonarista  e sua aventura irresponsável contra o povo (leia a notícia aqui).

Lamentavelmente esse seguimento putrefato do cristianismo, pelo ódio à ciência e aos estudos, torna-se porta voz na má formação da opinião pública distorcida e pervertida.

É fácil de prevermos a debandada em massa que o povo fará dessas igrejolas picaretas.

Não é por outra razão que cresce nova modalidade do movimento de cristãos sem igreja. Embora imatura e confusa, a tentativa é em reação à barbárie dos lobos travestidos de ovelhas.

A sua solidariedade nos ajuda muito a trabalhar aqui no Cartas Proféticas. Continue e reforce a campanha com seus contatos: http://cartasprofeticas.org/colabore

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. “Evangélicos”, brancos e ricos são parte da base contra o Brasil em apoio ao vírus facada mentiroso Bolsonaro". Ajude-nos, por gentileza, a alavancar o Cartas Proféticas compartilhando somente a chamada e o link desta postagem: http://cartasprofeticas.org/evangelicos-brancos-e-ricos-sao-parte-da-base-contra-o-brasil-em-apoio-ao-virus-facada-mentiroso-bolsonaro/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.