Bancada evangélica

Evangélicos satânicos ajudam a destruir a democracia

Conforme reportagem da jornalista Anna Virgínia Ballousier na Folha de S.Paulo, os/as deputados/as da bancada evangélica pretendem aumentar o número de seus integrantes nas eleições de 2018.

Eles já surpreenderam aumentando em 16,5%, passando de 21 membros em 1994 para 85 entre os 513 deputados atualmente.

O problema é que essa bancada  com seus parlamentares conservadores, fundamentalistas e muito próximos do fascismo moralista, são inimigos ferozes da democracia, dos direitos humanos e do Estado social inclusivo, numa afronta.

Disso dão provas ao apoiar, na sua maioria, o  “distritão” por puro oportunismo para reforçar  os planos de expansão do bloco evangélico feito desse tipo de “cristãos” que nada têm a ver com Jesus de Nazaré.

Aos pés de orelhas propagandeiam a diabólica reforma política com o objetivo de excluir o povo, a participação popular nas demandas dos direitos sociais e a ampliação da base democrática do parlamento e do governo. Á frente das defesas indecentes de projetos de lei contra o povo move-se o  pastor Hidekazu Takayama (PSC-PR), que sempre vota a favor de Michel Temer, inclusive barrando o processo de investigação e julgamento do corrupto pelo STF.

Tudo o que esse pastor pensa com seus irmãos em “Cristo”  é aprovar regras que suprimam o sistema proporcional vigente, com vistas aos ganhos da maldosa bancada sem nunca jamais se preocupar com o Brasil e com o povo.

O Professor de sociologia da USP especializado no segmento, Ricardo Mariano aponta o pressuposto “de que que os evangélicos levariam vantagem por serem conhecidos –incluindo aí as celebridades gospel e os televangelistas–, disporem de muitos recursos financeiros, de acesso facilitado a mídias eletrônicas”, fora que não são poucos os pastores capazes de “influenciar o voto de parte de seus adeptos”.

“A maior parcela [dos deputados evangélicos] prefere o ‘distritão'”, diz Takayama, líder da bancada que, em abril, foi orar com Michel Temer no Planalto e aproveitou para reforçar algumas de suas bandeiras: contra o debate da ideologia de gênero nas escolas, o aborto, a legalização das drogas e a permissão que o aluno transgênero use o banheiro que preferir, feminino ou masculino.

Compartilhar:



2 Comentários

  1. "Assim é. País sem pudor! USE SUA ARMA MAIS PODEROSA, MAIS LETAL!"
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/12/26/assim-e-pais-sem-pudor-use-sua-arma-mais-poderosa-mais-letal/

    "Oi.
    Oi você que terá que trabalhar até morrer.
    Oi você que não tem mais o direito de se aposentar com dignidade, pois roubaram seu direito para dar aos mais ricos que você, aos muito mais ricos…
    Oi você que não tem gás lacrimogêneo para usar, pois os que roubam de você têm a exclusividade para usá-lo contra você.
    Oi você que não tem balas de borracha. pois os que te manipulam e estupram têm a exclusividade de usá-las contra você. ..."

  2. Parabéns pelo novo layout
    Moro no sertão norte baiano, área rural. Infelizmente a influência conservadora das igrejas evangélicas é razoavelmente grande, gerando, com frequência, o famoso pobre de direita. Enfim, é a verdadeira religião ópio do povo

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.