fantoches

Fantoches e midiotas caem na pobreza. Arrependem-se ou não?

Apesar de fazer lorota afirmando a mentira de que a economia é retomada com as medidas que o vampirão Temer toma, a Revista Valor, da Globo, é obrigada a se render aos números,  que indicam que entorno de um milhão de bobos da corte, os fantoches, os midiotas e buchas de canhão, comandados pela Globo, pelo MBL, pelo Vemprarua, pelos partidos de direita, pelas igrejas fundamentalistas, usados pela mão invisível do imperialismo,  cairam dos setores “A” e “B” para o “C”, antes ocupado pelos 32 milhões de incluídos pelos programas sociais dos governos Lula e Dilma.

Os golpes, para acontecer,  sempre historicamente precisaram dos inocentes úteis, analfabetos políticos, sem informação e sem formação, fanáticos e arrogantes, para atrair a atenção da chamada opinião pública, que é enganada e arrastada para a pobreza e para a miséria.

Depois em plena execução, já instalados, os golpistas não precisam mais dos fantaches, jogando-os na rua da amargura e do desprezo, como acontece com a maioria.

Bem aventurados os que aprendem, fazem autocrítica e se deslocam para o campo da luta na defesa dos direitos sociais, da democracia e da nação, como trabalhadores que na verdade são e não ricos, como sua ilusão indica. Os outros cairão na velha, suja e surrada vala comum dos pobres de direita, puxa sacos, emburrecidos, fanáticos, mas ilusoriamente abraçados à elite dominante, golpista e exploradora, que não toma conhecimento da existência dos inocentes e bobos.

Leia aqui a íntegra da matéria da Valor.

Colabore com o Blog

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *