fl_revolução-card

Fé e Luta com o Pastor Caio Marçal: “A participação de cristãos e de cristãs na luta revolucionária”

O fascismo em suas formas proto –  anárquica, violenta, preconceituosa, irracional, obscurantista, ante científica, fake news, miliciana e armada  – tem grande apoio e viabilização em amplos setores das igrejas neopentecostais, pentecostais, reformadas e católicas.

Nesse estuário contraditório entre a paz celestial que os adeptos ditos cristãos almejam e a humilhação a que expõem as pessoas discordantes parece caber uma gama enorme de gente de Bíblia em punho e de joelhos ao solo,  empenhada no apoio estilo gado a Jair Bolsonaro.

As ditas igrejas desses  grupos se sustentam com dinheiro despejado por quem paga – literalmente compra –  pastores e padres que tudo fazem para manter o capitalismo cada vez mais desumano, opressor, injusto e devastador ambiental.

A verdade, no entanto, é que os pregadores dessas denominações, apesar de “cuspirem” textos bíblicos em tudo o que falam e até para “fundamentarem” preconceitos e o ódio, o fazem descolando o sagrado dos contextos históricos, geográficos, políticos, culturais e ideológicos.

Com o descolamento da realidade,  perdem o próprio Jesus galileu e histórico, aderindo a uma figura fantasmagórica totalmente desenraizada da humanidade e dos próprios evangelhos canônicos, mas feita à imagem e semelhança dos seus projetos teocráticos e de seus dogmas preconceituosos.

Um dos pontos a ser considerado neste erro profundamente agressivo à verdade bíblica é o do apego ao capitalismo na sua prática mais opressora, desumana e ante ambiental. 

O desafio é avançarmos na perspectiva revolucionária como forte movimento mobilizador da classe trabalhadora e de todos os segmentos sociais como ruptura com o paradigma do atraso e contraditório a tudo o que Jesus de Nazaré ensinou e viveu, compondo, inclusive, o seu colégio apostólico por trabalhadores e os ensinando a compartilharem  pães e peixes, além da solidariedade radical.

É preciso ousarmos no debate da viabilização da articulação revolucionária de cristãos e cristãos na luta pela ruptura com a violência do capitalismo, principalmente com a avalanche neoliberal na ocupação do Estado e na viabilização do roubo dos frutos da produção da classe trabalhadora.

A revolução é da lógica da natureza da classe trabalhadora. Aos trabalhadores e às trabalhadoras cabe a missão da revolução para a construção do desenvolvimento e progresso do povo e do país.

Mas a revolução também está na raiz do discipulado de Jesus. Seguir Jesus é retomarmos as origens do convite aos pescadores à beira do Lago de Tiberíades na Galileia e a denúncia do poder opressor de César, da matança promovida pelo genocida Herodes e da exploração econômica como modo de massacre contra os povos, adotado pelo império romano em associação com o templo e com a militância dos fariseus.

Será essa a nossa conversa com o Pastor, militante comunista, estudioso, professor e missionário  CAIO MARÇAL, neste SÁBADO, 06/11/21, ÀS  11 HORAS NO PROGRAMA FÉ E LUTA PELO CANAL E PELO SITE CARTAS PROFÉTICAS.

.Caio Marçal é Educador Popular, formado em Pedagogia e Teologia., Mestre em Sociologia e Doutorando no Programa de Pós-Graduação de Educação da USP. Missionário e apoiador na Ocupação Rosa Leão (Movimento Sem Teto). É coordenador da Rede Fale e é filiado ao PCB.

PROGRAMAÇÃO DO CANAL E DO SITE CARTAS PROFÉTICAS

– Chimarrão Profético: todas as terças e quintas feiras, às 11 horas;

– Leitura Profética: todas as quarta feiras, às 11 horas;

– Fé e  Luta: todos os sábados, às 11 horas;

– Mergulho nas Notícias: todas as segundas feiras, às 10 horas;

– Arte e Vida: todas as sextas feiras, às 19 horas;

– Reflexão do Evangelho: todos os domingos (programa gravado);

– Vigília e Resistência na Pandemia;

– Impactos das Notícias: notícias analisadas a qualquer momento (ao vivo).

Apoie este projeto com sua doação  pelo  Pix domorvandil@gmail.com.

Acesse e leia mais. Compartilhe:

Inscreva-se, ative o sininho, comente, dê likes, compartilhe e apoie sempre!

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.