fl_superstio-card

Fé e Luta com o Rev. Luiz Carlos Ramos: “Superstição ou fé”

Uma das facetas da crise do capitalismo no uso da bomba de efeitos econômicos, políticos , sociais e éticos desastrosos para a humanidade e o ecossistema é o uso da religiãp como farsa e superstição.

Segundo o professor e pós doutor Roberto Beuno, o neoliberalismo não é ciência, mas pretexto. Nesse sentido a religião é arma fortemente usada como mecanismo de ilusão e de ópio do povo.

No Brasil vigi nesse momento o uso da religião como superstição, completamente despida da fé que engaja na luta pelas mudanças e trannsformações do país abatido por gigantescas injustiças, que contaminam e matam.

Os picaretas de plantão entre os católicos usam redes de tv, de rádio, de internet e os testemunhos sensacionalistas e supersticiosos para enganar e humilhar o povo. No chamado mundo “evangélico” (na verdade neopentecostal, igrejas eletrônicas, de sites etc, empresas de negócios ditos religiosos) usam o curandeirismo e o nome de Jesus como amuletos supersticiosos, verdadeiros pretextos para manipular @s trabalhadpores/as e os pobres, neste momento em pânico causado pela avassaladora destruição do Estado na realização de políticas públicas nas  áreas da economia, da sáude e da educação.

Precisanos conversar sobre o mortal impasse entre superstição e fé. É o que faremos neste sábado, 20/03/21, às 11 horas com o convidado pastor, intelectual, escritor, pesquisador e homem de ciência.

Trata-se do Rev. Luiz Carlos Ramos,   clérigo metodista, professor na Universidade São Francisco, onde também coordena os cursos de Teologia e Filosofia.

O Rev. Luiz Carlos é  doutor e mestre em Ciências da Religião.

Ao vivo pelo Canal e pelo Site Cartas Proféticas no YouTube (acesse abaixo), pelo Facebook e pelo Twitter.

Apoie este projeto com sua doação. Acesse: http://cartasprofeticas.org/colabore

ABAIXO HÁ MAIS TEXTOS E VÍDEOS, POR GENTILEZA ACESSE E COMPARTILHE:

Dê likes, inscreva-se, ative o sininho, comente e compartilhe

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.