gilmar_hiena

Gilmar Mendes é apenas mais a bater cabeça entre os atores do palco dos perdidos

  • A sua solidariedade ao Cartas Proféticas é fundamental e essencial para a manutenção deste trabalho e sua ampliação. Não lhe pedimos esmolas nem nos movemos pela exploração da economia popular. Reforce-a com seus contatos e amig@s: http://cartasprofeticas.org/colabore.

Acesse também e compartilhe o Canal Espiritualidade Revolucionária: https://www.youtube.com/channel/UC9WX….

Por Dom Orvandil (domorvandil@gmail.com)

Há 3 dias ouve-se a lenga lenga entre o senhor ruralista de MT, o “seo” Gilmar Mendes, um dos donos de boiadas, e os milicos de pijama do teatro dos horrores, apoiadores do outro, o miliciano ocupando a PR  por vias fake news sob o impulso do golpe neoliberal e impatriótico, que encharcou de sujeira e de mentiras de todas as espécies as eleições de 2018.

Numa conversa entre estrelas decadentes da casa grande numa sala virtual,  o chefe de jagunços do MT, como o denunciou o comparsa traidor dos negros, dos pobres e dos trabalhadores, Joaquim Barbosa, Gilmar, como que querendo holofotes e um pouco de fôlego para sua turma de bicos quebrados, os tucanos do FHC, disse, confundindo, talvez de propósito, os avacalhadores fardados do desgoverno Bolsonaro, notadamente os velhotes em decomposição no ministério da doença e da morte – ex ministério da saúde – com o exército,  disse que “não podemos mais tolerar essa situação que se passa no Ministério da Saúde”. Insinuando respirar fundo, como que retomando fôlego em todos os sentidos,  o “seo” Mendes disparou: “é preciso dizer isso de maneira muito clara: o Exército está se associando a esse genocídio, não é razoável. É preciso pôr fim a isso”, acentuando que isso  “mancha a imagem” das Forças Armadas.

É fácil de entender o palco com atores perdidos, com texto com elaboração de cada grupo por detrás do que cada um fala. O certo é que todos batem cabeças sem entrar no âmago do problema.

Quem é que gosta de Gilmar Mendes com aquela carranca de quem come churrasco podre e passa mal? Quem pode gostar de um sujeito que não só se calou em horas em que cidadãos horados deveriam levantar as vozes, mas, quando falou e agiu o fez somente para golpear ou apoiar golpistas durante o golpe em 2016, durante as trapaças e molecagens do traidor mor da Pátria, o marreco de Maringá? Quem aprecia a malandragem dele quando Lula conversou com ele no escritório do outro tonto, Nelson Jobim, com Gilmar vindo a público chamar Lula de bandido e de fazer insinuações caluniosas a quem lhe pedira solidariedade? Quem respeita um sujeito que, na hora do incêndio do golpe em 2016 pegou debaixo dos braços o processo sobre a posse de Lula nomeado ministro de Dilma e sumiu, abrindo campo para toda porcaria que golpeou o Brasil?

Gilmar Mendes é um notório golpista, sujo e covarde. Não tem moral para criticar ninguém muito menos para apontar os dedos para a sujeira que ele ajudou a transportar para dentro do Brasil.

No entanto, a verdade como a vida, se exibe até mesmo entre as peças miseráveis de fantoches no escuro. Por isso os serviços de inteligência do povo devem escutar tudo o que acontece no palco, passando pelos bastidores, geladeiras e até banheiros por onde transitam as estrelas apagadas e decadentes, como “o seo” Gilmar Mendes, o ruralista ocupante de um cargo de ministro no STF.

A verdade é que o “seo” Gilmar tange as tocas dos velhinhos enfiados no ministério da saúde, sempre ávidos de sangue e de morte. Esses militares, como o genocida no Haiti, o “seo” Augusto Heleno, mancham mesmo a imagem do Exército e das Forças Armadas.

Porém é também verdade que esses milicos empijamados  em decomposição física e moral não são o exército que defende a nação brasileira nem mesmo uma parte do povo, a saúde. Mas também é verdade que o Exército Brasileiro e as Forcas Armadas serviram aos piores objetivos do imperialismo americano e, no mesmo sentido, fecharam olhos e ouvidos em 2016 permitindo que marginais da pior espécie como Eduardo Cunha, Aécio Neves, Michel Temer e outros canalhas pintassem e bordassem o inferno em nosso país, completando com o suprassumo da imbecilidade Bolsonaro.

Aí a verdade arromba espaços pela boca do pecuarista do STF quando Gilmar diz: “é preciso dizer isso de maneira muito clara: o Exército está se associando a esse genocídio …”.

Estaria o membro do agronegócio do STF preocupado com os pobres, com os favelados, com os trabalhadores apertados desumanamente no transporte coletivo, dominado por máfias podres que assaltam o dinheiro popular através dos passes?

Claro que não.

A “discurseba” na conferência online é fruto da pressão de outros debatedores médicos. Um ruralista, o “seo” bem falante Mandetta,  que não está nem aí para o povo e o outro, que é sério, que pressionou o debate, Drauzio Varella. Ali, como num palco, exercendo o papel de fantoche de setores da elite, que não é nada comprometida com o Brasil  e com o seu povo, o “seo” Gilmar expressou as incomodações dos liberais, que querem ganhar mais com a crise econômica e sanitária.

A maior das verdades é que setores da elite dominante, exploradora e em frangalhos, brigam entre si atacando nacos dos podres da república, já que sempre se agarram no Estado para sugar nosso sangue e nossas riquezas.

Nada de novo nem de surpreendente no bate boca artificial do “seo” Gilmar Mendes nem nas notinhas dos militares velhos em decomposição. Tudo é ombreada na briga de foices no escuro da crise.

Cabe-nos ao povo escutarmos, observarmos e aproveitarmos para derrubarmos a canalhada toda  entrando pelas portas mais podres e em queda. Gilmar Mendes e a milicada das notas públicas são uma dessas entradas.

Leia e acesse mais. Compartilhe, também:

– Chimarrão Profético: “Espiritualidade LGBTIA, fundamentalismo e luta contra o neoliberalismo!”

– Chimarrão Profético: “Mulheres, do feminicídio à autonomia, livres de todas as explorações”.

– Sobre a questão complexa da sexualidade humana e as falas do novo ministro “evangélico” da educação no governo Bolsonaro.

– Chimarrão Profético: “Espiritualidade e ideologia” com a Jornalista e Doutora Dora Incontri.

– Queiroz sempre livre e um jovem preso por roubar 2 shampoos: a cara da sociedade injusta que beneficia ratos roedores humanos.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. […] apesar disso, captam a falência da política da morte, que só é viva em bate bocas imbecis de Gilmar Mendes e da turma dos milicos empijamados associados ao genocídio proposital na linha ideológica […]

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.