sebastiao-alves-reis-jr

Juízes covardes condenam justos, somente os corajosos absolvem

“Hoje em dia é preciso mais coragem para absolver um inocente do que para tirar a liberdade de alguém”, critica Sebastião Reis.

Criticando os exibicionismos com gana de exposição na mídia, buscando o punitivismo em conluio com a mídia decadente moralmente, que quer audiência para a manutenção de comerciais rentosos,  o juiz Sebatião Reis  acusa de  covardia e falta de ética os juízes que condenam inocentes com o objetivo de aparecer na mídia.

O  Instituto Victor Nunes Leal organizou palestra com o juiz Sebastião Resi onde  ele “afirmou que há um silêncio “assustador” em órgãos que deveriam protestar contra essa atuação, mas se calam e, pior, muitas vezes aplaudem e incentivam esse tipo de procedimento. “Vejo a Ordem dos Advogados do Brasil se calando e em várias oportunidades pedindo que documentos ocultos sejam tornados públicos”, discursou, aplaudido por todos os presentes, entre eles, os ministros aposentados do Supremo Tribunal Federal Cezar Peluso, Ayres Britto e Sepúlveda Pertence”, informa Matheus Teixeira.

As instuições se omitem e se acovardam levando o Brasil à situação absurda e de descrédito internacional e de confusão na sua própria sociedade. A inocência como presenção prevista na filosofia do direito,  na Constituição e no código Penas virou esquecimento e é desconsiderada por juízes, ministério público e pelos covardes como coisa do passado e não existe mais. A mídia comercial e fascista, germinadora do ódio e de discriminações, é a grande responsável por isso.   “Quem é exposto na imprensa, independente se de maneira justa ou injusta, do dia para noite está condenado”, deunciou  honrado juiz Sebastião Reis.

Leia mais no  Consultor Jurídico.

Ajude-nos a romper as barreiras das manipulações e mentiras da mídia comercial. Colabore com o blog Cartas Proféticas.

Compartilhar:



Um Comentário

  1. e o que fez Ayres de Britto no julgamento do mensalão do PT????
    como presidente do stf seu comportamento foi imoral... ou não??
    brasileiro tem memória curta mesmo... o comportamento dos ministros foi deplorável... condenando sem provas José Dirceu e Genoíno...
    e ainda a ministra que teve a cara de pau de afirmar "não tenho provas para condenar José Dirceu, mas o faço porque a lei me permite".. que lei é essa????
    a mesma que está sendo usada pela republiqueta curitibana????
    e a OAB.. não teve o mesmo comportamento???
    a globo não estava presente, transmitindo ao vivo???
    a história está se repetindo... apenas isso.

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.