barroso

Luiz Roberto Barroso é cínico, fascista, traidor da pátria e inimigo do povo brasileiro

O voto do “ministro” Luiz Roberto Barroso contra a candidatura de Lula é intenso de safadeza e de murro na cara do povo.

Nas entre linhas de seu discurso hipócrita, o juiz da Globo e do neoliberalismo, disse que as 60 mil pessoas que foram ao registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva não valem nada e não passam de lixos sem consideração.

Disse que a prisão do homem inocente, aprisionado pelas mentiras de lava jato e da trinca do TRF4, que a morte de sua esposa Marisa, perseguida por Sérgio Moro e pelos delinquentes da republiqueta de Curitiba,  não têm importância nenhuma. Para Barroso os sofrimentos da familia de Lula e dele próprio não importam!

Declarou que a preferência da mioria do povo brasileiro por Lula como presidente não tem o menor significado para a justiça que ele, Barroso, representa.

A postura do tirano togado, ao derramar bilis,  afirmou que ouvir a Globo vale mais do que o respeito ao povo brasileiro e à Constituição.

Para Barroso as vozes da Globo e dos bancos têm mais peso sedutor do que a “vox populi Dei”.

O moleque das multinacionais e do imperialismo sanguinários como que disse que é preferível o fascismo de Jair Bolsonaro do que o levante do povo em busca da redenção da justiça social.

Luiz Roberto Barroso ostentou mais a toga a favor dos golpistas do que do povo brasileiro.

Ao desesrespeitar, diminuir e defecar sobre a convenção da ONU, dizendo que esta não ouviu o governo brasileiro, como que coniviu que a quadrilha golpista do vampirão MiShell Temer e Romero Jucá, acolhendo a sujeira calamitosa e arrasa pátria como governante.

Barroso vota pela guerra, pelo ódio, pela injustiça e pelo pisoteamento no povo brasileiro.

O voto do relator mentiroso, hostil e hipócrita no STE é a maldição que mete as mãos da cara dos imobilistas que traem o povo ao não mobilizá-lo e organizá-lo para o enfrentamento nas ruas, em vez de processos de defesa por dentro de tribunais podres e inimigos da pátria.

Luiz Roberto Barroso dá força ao fascismo e aos que tanto falam em povo mas nada fazem por ele.

Enquanto o mercado preconceituoso e pleno de ódio aos trabalhadores blinda o togado sem vergonha, cabe-nos a indignação e a vergonha na cara para irmos à luta!

Colabore com o Blog

 

 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *