feliciano

Marcos Feliciano distorce, mente e tenta pisar na professora Márcia Friggi

Num vídeo montado com alta tecnologia, num estúdio certamente com produção caríssima, o deputado pastor Marcos Feliciano ironiza a professora Márcia Friggi de Santa Santa Catarina, agredida por um aluno.

Sem conhecer o aluno que a agrediu, faz juízos impressionantes sobre o adolescente sobre quem Márcia nunca falou em suas redes sociais nem nas suas entrevistas, que repercutem no mundo inteiro.

Semi analfabeto, certamente com base em leituras distorcidas de sua assessoria, fala mal e difama o grande educador Paulo Freire em defesa da escola sem partido, fruto do golpe que ele, Marcos Feliciano, ajudou a implantar no Brasil e o apoia.

Toma o trabalho e as convicções  da professora Friggi, agindo como dedoduro do submundo do golpe, joga as palavras da agredida, arrancadas dos contextos, dadas a emissoras de rádio, para, ironizar com uma mulher da educação e trabalhadora, agredindo-a ainda mais, com o objetivo de humilhá-la.

Além disso, Marcos Feliciano, em defesa dos comparsas Jair Bolsonaro e João Dória, faz eco com o analfabetismo político confundindo “políticos”, que somos todos nós, com prefeitos e deputados, que se elegeram e depois usam seus cargos para promover o ódio e a divisão da sociedade brasileira.

Marcos Feliciano é um dos que no parlamento, cultivando narcizismo neurótico e reacionário, numa completa inversão de valores, projetando o seu ódio na professora Márica, atua diuturnamente para cuspir no rosto de Jesus e ajudar os soldados romanos a crucificá-lo. O “cristo” que ele segue e prega não tem nada a ver com o Jesus tolerante e compassivo da Palestina do século I.

Acesse aqui o vídeo publicado pelo site Brasil247.

Colabore com este blog.

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.