enganado

Mentiras, tramas, manipulações e sujeiras nas “eleições” de Collor e de Bolsonaro

Não há nenhuma mera conicidência entre as eleições de Fernando Collor de Mello, filhote da ditadura civil-militar, da elite sempre suja e opressora e da Rede Globo, com o imundo Roberto Marinho à frente,  e Jair Messias Bolsonaro.

Em vídeo muito bem eleborado pelo grupo Meteoro. Doc, com provas irrefutáveis, não há a menor sombra de dúvida de que a eleição do playboy marginal e delinquente Collor de Mello,  em 1989, foi para impor uma candidatura imunda a serviço de elite dominante brasileira e do capitalismo internacional.

A linguagem farsante e mentirosa como “nossa bandeira nunca será vermelha” e ataques a setores da esquerda, com calúnias e mentiras grosseiras, é absulutamente a mesma usada nas “eleições” de 2018, que serviram para legalizar o golpe de 2016 elegendo o bossal Jair Bolsonaro presidente.

Acesse o vídeo abaixo, compartilhe nosso blog e contribua.

O Cartas Proféticas precisa de sua contribuição.  Clique e faça sua preciosa colaboração doando o valor que lhe paracer mais justo e possível.  Neste link você encontra a conta para fazer seu depósito solidário. Muito obrigado e abraços. 

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *