Temer e sua gangue

Michel Temer, o golpista, tenta dividir a Igreja Católica

Caríssima amiga Engenheira  Ambiental  Janaína Pinheiro Viana, Guarulhos, SP
Vivemos dias de total uso dos piores meios para desmerecer e massacrar todos os que defendem o povo brasileiro na luta contra o golpe de Estado representado pela condução do cínico, desonesto e traidor Michel Temer à presidência da República.
Este senhor, semelhante aos fantasmas medievais dos casarões dos barões feudais, conta com o mesmo princípio adotado pelos reis do império romano: “dividir para reinar”.
Primeiro, no esforço para desacreditar e fracionar os trabalhadores, tentou trazer para o seu lado centrais sindicais e sindicatos pelegos que apoiaram o golpe para o que ajudassem no massacre dos direitos trabalhistas, induzindo seus parlamentares no Congresso na aprovação das deformações das leis do trabalho, da previdência e da terceirização. Deu-se mal. Até mesmo os pelegos que caminharam com o golpe de Estado não suportam as pressões de suas bases e se unem aos trabalhadores nas marchas contra as violências que o demônio do Planalto prepara contra os que produzem.
Agora, depois da greve geral e do apoio dado a ela por bispos e arcebispos católicos romanos e a nota da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – criticando as chamadas reformas iníquas sem ouvir o povo, Michel Temer, mentiroso e desonesto como sempre, diz que não foi toda a igreja católica nem toda a CNBB que reprovaram as reformas.
Numa entrevista à Rede TV News, no dia 04/05/, o golpista sujo disse: “Não é bem a Igreja Católica [que faz essa oposição]. Você sabe que é uma parte da igreja Católica. Melhor me expressando, é talvez uma parte da CNBB e nada mais do que isso”. “E o que está acontecendo com uma parte da CNBB, não é que eles estejam contra, é que eles fazem uma coisa que a Igreja sempre fez, que é proteger os pobres”.
Temer usa a tática desonesta de dividir ao máximo. Sua intenção é a de atropelar o povo e todas as instituições sérias na prestação de serviços encomendados pelos bancos, pelas grandes corporações nacionais e internacionais no sentido de enfraquecer os laços de apoio social à resistência dos trabalhadores e da sociedade civil ao golpe.
O golpista sujo tenta esconder o fracasso do golpe diante da opinião pública, que em quase 100% o rejeita e pede eleições diretas imediatas.
O tom ditatorial imprimido pelo grupo de corruptos antidemocráticos que tomou o governo de assalto emite sinais claros de que não está nem aí para o que o povo pensa nem mesmo para as vozes de seus pastores e profetas.
Como todos os ditadores de araque, o adorado por Sérgio Moro e por Fernando Henrique Cardoso ignora a força da contradição. Ao mesmo tempo em que se exibe como forte, suas bases são dinamitadas mais e mais pela força do povo que se une, que faz autocrítica por se deixar manipular pelas mentiras dominantes e que avança na direção de mudanças mais profundas.
Independente do que os poderosos opressores intencionarem ou fizerem para impedir o avanço do povo, usando esse lacaio mandalete “presidente” sem votos e sem democracia, já empreendemos a ousadia da luta e derrubaremos todas as formas de obstáculos, até mesmo as divisões cínicas e sem vergonhas do machista e atrasado marido da Marcela, mãe do Michelzinho, o guri mais rico do Brasil, graças às propinas recebidas por seu pai.

Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz sociais.

Dom Orvandil, OSF: bispo cabano, farrapo e republicano, presidente da Ibrapaz, bispo da  Diocese Anglicana Centro Oeste e professor universitário, trabalhando duro sem explorar ninguém.

Clique aqui para acessar e se inscrever no Canal CRP no You Tube.  E aqui para curtir nossa página no Facebook.  Também acesse essa página para conhecer nossos serviços e para colaborar.

Compartilhar:



2 Comentários

  1. […] Fonte: Michel Temer, o golpista, tenta dividir a Igreja Católica – CartaS e ReflexõeS ProféticaS […]

  2. Brilhante reflexão meu caro Dom Orvadil, ninguém em sã consciência pode concordar com o desmonte do Brasil, e retirar recursos do nosso povo, que depois de 500 pode viver com um pouco de dignidade, para distribuir com os agiotas, os rentistas que já ficam com 52% de todo osçamento da união.

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.