cultura_nazista

Mídia e Brasil amanheceram e anoiteceram encharcados pelo nazismo que escorre do miliciano Jair Bolsonaro

Por Dom Orvandil

Há poucos dias um padre meu amigo me pediu uma posição sobre o Jesus gay do natal de um vídeo dos atores do Porta dos Fundos. Respondi-lhe que não valeria apena trocar temas preocupantes e centrais por este, tão secundário e diversionista.

Acertei. Logo em seguida um dos atores, o mais superficial e imbecil disse que a única coisa boa de Bolsonaro foi tirar o PT do governo.

Bobalhão e estúpido!

Agora a mídia se diverte tentando aumentar a audiência,  fingindo surpresa com o nazismo expresso com o estúpido e marginal Roberto Alvim, o anticultura secretário de cultura do desgoverno miliciano corrupto, mentiroso e golpista de Jair Bolsonaro.

A secretaria ocupada pelo nazista desonesto foi arrancada do MEC e enfiada do “desministério’ do “antiturismo”.

O objetivo de tal deslocamento foi o de destruir a alma e a inteligência diversificada do povo brasileiro. O propósito comercial é do fazer comércio e fazer propaganda nazista através da secretaria.

A barbaridade, como se fosse surpresa,  tirou do sério pessoas normalmente sisudas  e bem comportadas, como boas moças. Assim chamam de secretário da cultura um defensor do nazismo; de ministro um ex juiz ladrão, corrupto, golpista, traidor da pátria e da justiça; a outro tal analfabeto quanto este que esvreve errado apesar de dirigir o prostituído ministério da educação; de presidente um imbecil miliciano defensor de ditaduras nazifascistas e dos crimes contra a humanidade e assim por diante.

Os jornalistas bons moços fingem não saber do nazismo de Bolsonaro , apesar de aqui alertarmos diariamente sobre esse projeto fruto do golpe terrível sofrido pelo nosso país desde 2016.

A “dona” global Mirian Leitão afirma que sai o safado Alvim mas o nazismo continua com o desgoverno miliciano.

Bilu, bilu, dona Miriam.

O jornalão Estadão, para se parecer clarividente e inteligente afirma em editorial que ninguém se surpreenda com a propaganda nazista do bufão sem cultura plagiador desonesto do seu ídolo  Goebbels, ideólogo de Adolfo Hitler.  O Jornal golpista chega ao ponto de “profetizar” que tal parlapatice  é a cara de Jair Bolsonaro, este sim nazista desde sempre.

Bilu, bilu golpista que ajudou a encharcar o Brasil da política de Queiróz!

Até o fanfarrão global  eleitor de Bolsonaro, Luciano Huk, encolhe o nariz  para pousar de crítico do nazista Alvim.

Esterco neoliberal metido a apresentador de lixos lata velhas.

Que moral nariguda tem esse pulha para pousar de surpreso e de crítico ao nazismo se ele serve a nazistas o tempo inteiro?

Muitos são os/as  jornalistas a pousarem de surpresos mas sem nada a fazer contra o fascismo que ajudaram a colocar no governo, contra o Brasil e na linha de fogo do imperialismo internacional.

Os bla blás longe do povo e da prática não passam disso: blá blás e conversa mole.

Ressalto, porém, a manifestação do ex global Luis Nassif, que jogou os tênis engomados de bom moço e atacou o milicianismo fascista na jugular.

“Os idiotas da objetividade dirão que a demissão do Secretário de Cultura Roberto Alvim é a comprovação de que Jair Bolsonaro se curva à pressão da opinião pública”.

Mais um caso de autoengano. Alvim caiu porque provocou reação da comunidade judaica brasileira, grande aliada de Bolsonaro, que, por uma piração fundamentalista, se tornou ligado em Israel.

O discurso, a postura, os valores, o prêmio anunciado, refletem amplamente a natureza do governo Bolsonaro. E copiam amplamente a natureza do nazifascismo.

Alvim copiou a vestimenta, a música, o corte de cabelo e as frases de Goebbels”, vociferou indignado  Nassif.

Bimba, Nassif!

O delinqüente Roberto Alvim é parte do lixo fascista de Bolsonaro, dos judeus sionistas, dos evangélicos fundamentalistas e do mercado, que não está nem aí para a queda do Brasil no abismo de trevas e do sepultamento dão a mínima democracia que tínhamos.

Portanto, essa luta não é para farsantes bons moços que fingem estranhamento com o nazismo ululante, mas para o povo brutal e objetivamente massacrado.

Leia e acesse também análises recentes:

* O que Lula não falou: a derrota é muito maior e mais profunda do que as eleições;

*Entardecer PROFÉTICO: “Igrejas neopentecostais apoiam partido do miliciano Bolsonaro!”

*Cristovam Buarque não é o direitista Papa Bento XVI. É imoral e traidor da pior espécie!

* Chimarrão PROFÉTICO: “Os bebês chorões da traição e da autocrítica”;

*Tribos e organizações indígenas resistem ao fascismo miliciano de Jair Bolsonaro.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.