bolsonaro_maia

Milicianos e laranjais pedem calma uns outros para ferrar o povo

As notícias desta segunda feira, até agora, mostram as tensões das contradições no interior da gangue que desgoverna o Brasil rumo ao abismo.

De um lado,  Hamilton Mourão pede para colocar a bola das intrigas e brigas no chão, conclamando todos à calma para negociar com a Câmara dos Deputados, dominada por inimigos do Brasil e dos trabalhadores, com seu presidente Rodrigo Maia à frente. De outro, Rodrigo Maia conclamando os vagais a baixarem a fervura na briga com os milicianos e laranjais, ocupantes dos palácios do governo.

O que chama a atenção nas brigas e contradições da cachorrada envenenada é o objeto do “deixa disso”. De todos os lados dos briguentos o pedido para se acalmarem é para fazerem a tal reforma da previdência.

Noutras palavras, a cachorrada envenenada briga pelo osso altamente lucrativo da Previdência.  Nenhuma preocupação com o povo, com os trabalhadores e com o Brasil. Tudo o que querem, no fundo, é ferrar com os trabalhadores.

Mas há uma força, a mais forte, que atordoa os milicianos, os golpistas e laranjais sujos do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional. A energia maior que começa a tirar o sono daqueles delinquentes a serviço do imperialismo emerge das manifestações dos trabalhadores na sexta feira, dia 22/03, que,  somadas às pesquisas que revelam que os pobres começam a saltar fora do apoio ao mentiroso e safado Jair Bolsonaro, constrói uma onda que pode derrubar a barbárie em forma de fake news  comandada pelos Estados Unidos para fazer a política dos inimigos da pátria brasileira.

Vamos que dá!

Dom Orvandil.

Não pense nem demore, apoie o projeto Cartas Proféticas. Clique aqui e acesse a conta para contribuir. Muito obrigado e abraços.  

Deixe uma resposta