bolsonaro_crendices

Não adiantam crendices nem “temos convicção”, Bolsonaro é corrupto!

Há pouco excluí comentários fascistas que afirmam que “não acredito que Bolsonaro é fascista nem corrupto. Ele é ótimo candidato. Eu e minha família votaremos nele”.

Muitos padres, pastores, bispos e bruxos aderiram à candidatura do candidato do fascismo, da destruição, da guerra, do ódio e do mercado destruidor do Estado, da economia, dos empregos, da soberania nacional apregoando mentirosa e ideologicamente que que apoiam Jair Bolsonaro porque ele não é corrupto e é ficha limpa.

Fanáticos, fariseus e malandros não têm propostas, mas querem o poder, por isso inflam o discurso com o moralismo enganador na tentativa de manipular os inocentes.

Não adianta, a luta pelo bem, pela justiça, pela conquista do Estado como aparelho realizador da justiça que inclui, que dignifica a maioria do povo, que elimina a miséria e a pobreza, enfraquecendo a oligarquia e seu egoísmo estúpido e desumano não se faz com crendices e convicções  que formam e acima dos fatos,  com a má fé no comando do discurso do ódio e das divisões na sociedade.

Jair Bolsonaro é comprovadamente – confirmação feita pelos fatos e não por convicções e certezas bestas –  fascista, nazista, machista, racista, traidor, golpista – isso tudo já tremendamente corrupção – e corrupto, sem dúvidas.

Na sua última coluna o digno, responsável, correto e competente jornalista Alex Solnik reafirma a índole  e a prática corruptas do chefe da gangue fascista no Brasil. Ele enganou mais de uma vez a própria justiça eleitoral e a Receita Federal, além de ser acusado de roupar sua ex mulher, a quem ameaçou de fuzilamento e seu filho mais novo.

“A declaração oficial do Imposto de Renda de 2006, anexada ao processo, indica bens no valor de aproximadamente 4 milhões de reais (8,7 milhões a preços de hoje), mas à Justiça Eleitoral ele declarou pouco mais de 400 mil.

Em 2018, mostrou à Justiça Eleitoral patrimônio de 2,2 milhões, mas apenas um de seus cinco imóveis, a Veja apurou, comprado em 2009 e que fica num condomínio residencial localizado em frente à praia na Barra da Tijuca, no Rio vale ao menos 2 milhões, segundo corretores da região”, escreveu Alex Solnik na sua coluna no Brasil 247.

Leia também no Cartas Proféticas:  “Bolsonaro, o desonesto, ameaça a democracia com mais golpe, agora militar em desrespeito às eleiçoes” e “Jair Bolsonaro não tem nada de honesto. Pelo contrário!

Colabore com o Blog

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.