cafajeste_monstro

Não é questão de desrespeito, mas de definir o mau caráter criminoso, bandido e psicopata de Bolsonaro

Por Dom Orvandil. 

Comentei aqui manifestações de intelectuais dos mais nobres e sérios que perderam a paciência com o marginal miliciano que a bandidagem, a partir dos interesses podres dos Estados Unidos, jogou sobre a cadeira da presidência da República, prostituindo aquele posto que deveria ser ocupado pessoas honradas e deveras comprometidas com o Brasil, como já aconteceu antes da eleição fake news e da posse desse energúmeno.

Um dos intelectuais a se manifestar duramente é  membro do ministério  público aqui de Goiás, que escreveu artigo definindo o miliciano Jair Bolsonaro de forma exata e coerente.

O promotor  Paulo Brondi escreveu, acertadamente,  com todas as letras que Jair  “Bolsonaro é  um cafajeste. Não há outro adjetivo que se lhe ajuste melhor. Cafajestes são também seus filhos, decrépitos e ignorantes. Cafajeste é também a maioria que o rodeia.”

Sensível e perturbado com a desumanidade que jorra do fascismo miliciano de Bolsonaro, o inatacável e um dos maiores sociólogos do nosso tempo, o professor Jessé Souza, homem afeito às ciências humanas, em quem a cultura intelectual  elevada não empobrece a consciência social nem o amor ao próximo, pelo contrário, também perde a paciência com o ódio miliciano instalado no governo do Brasil e se manifesta com a mesma indignação do promotor  Paulo Brondi.

Através de sua conta no Twitter Jessé de Souza escreveu: “O corte do bolsa família, por razões de mera perversidade patológica, a quem mais precisa, mostra o monstro que temos na presidência. Desta vez os EUA se superaram: puseram um chefe de quadrilha asqueroso no maior país latino-americano”.

Em poucas palavras nosso sociólogo identifica os Estados Unidos como causadores da monstruosidade – nada menos do que monstruosidade –  colocada no governo do Brasil, à frente um chefe de quadrilha.

Somos desgovernados, ofendidos, humilhados e roubados por uma quadrilha e louco chefe de mafiosos.  Os pobres são perseguidos e seus direitos a comer através do programa Bolsa Família são retirados, que a quadrilha rouba para dar para os ricos banqueiros.

Corroborando com o promotor e com o sociólogo de renome apareceu um amigo do miliciano Jair Bolsonaro para dizer quem é o monstro que nos desgoverna.

Como rato pulando de navio afundando Waldir Ferraz, amigo desde há 30 anos e ex-assessor de Jair Bolsonaro, apareceu para contar que o miliciano monstro  se cerca e “gosta de bandidos”, como informa reportagem da Revista Época. A matéria informa que esta declaração foi feita em 13 de janeiro através de um áudio enviado por Ferraz no WhatsApp para um interlocutor na Esplanada dos Ministérios.

Procurado pela revista, Ferraz confirmou o áudio.

Waldir Ferraz disse: “só tem canalha mesmo. Os melhores são os que apareceram agora. E na verdade, o Bolsonaro gosta de bandido. Todos os bandidos são bem acolhidos. Como não sou, vou ficar de fora, mas não tem problema, não. São trinta anos jogados no lixo. Mas ninguém sai ganhando nesse mundo”, afirmou sinalizando que Bolsonaro se afastou dele.

É essa monstruosidade que os Estados Unidos e seus aliados brasileiros têm para oferecer ao Brasil,  aos trabalhadores e aos pobres.

A tarefa de retirar essa bomba destruidora do governo e do comando do Brasil, em direção ao inferno,  não depende dos Estados Unidos nem da incapacidade miliciana de amar-nos nem da burguesia do mercado traidor da Pátria, com seus XPs Investimentos e outros golpistas, mas do povo mobilizado e organizado para derrubar tudo isso e construir alternativas justas e democráticas.

Não será com tapinhas nas costas nem com adjetivos usados pelos bestas metidos a bons moços que resolveremos. O que resolverá isso será a nossa revolta nas ruas, unidos, organizados e dispostos a mobilizados botarmos essa catrefa a correr.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. "Não é questão de desrespeito, mas de definir o mau caráter criminoso, bandido e psicopata de Bolsonaro". Ajude-nos a movimentar o Cartas Proféticas compartilhando somente os links das postagens: http://cartasprofeticas.org/nao-e-questao-de-desrespeito-mas-de-definir-o-mau-carater-criminoso-bandido-e-psicopata-de-bolsonaro/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.