cnln_venezuela

Nota pública: “Imperialismo Norte Americano, tira as patas da Venezuela!”

Por Dom Orvandil.

Ninguém que seja guiado por mínimos senso, compaixão e  justiça se omite diante dos crimes da mentira, da calúnia e da violência impostas por Donald Trump, o psicopata do governo estadunidense.

Desesperado pela derrota nas próximas eleições deste ano o senhor da guerra, o grande picareta e trambiqueiro internacional,  promove caça ao Presidente Nicolás Maduro, legítimo Presidente da Venezuela e líder inconteste da revolução bolivariana.

A revolução, embora sofra espantoso boicote econômico internacional imposto pelos monopólios americanos, empreende justa distribuição de renda e de riquezas com o povo trabalhador e leal à Pátria.

Pelo fato de a Venezuela ser dona da maior reserva de petróleo do mundo os Estados Unidos, movidos pela insanidade consumista, sempre tudo fezeram para assaltar aquele país com o objetivo de roubar suas riquezas,  como petróleo e ouro.

Á águia do Norte não suporta a inveja dos povos e de sua autonomia na dignidade econômica e social.

Dessa forma,  o Congresso Nacional de Lutas Contra o Neoliberalismo emite nota de repúdio às calúnias contra o Presidente Nicolás Maduro e a Venezuela e se solidariza com aquele povo, sua revolução e com suas autoridades, que são comprometidas sem o menor espírito de traição à Pátria, como costuma acontecer com os vendidos e corruptos Jair Bolsonaro, Sérgio Moro, Paulo Guedes e outros maus exemplos aqui no Brasil.

É inaceitável que o povo venezuelano seja reduzido à miséria e à fome por causa da luxúria e da decadência imperialista.

Leia abaixo a pública do Congresso Nacional da Lutas Contra o Neoliberalismo.  


Nós,  do Congresso Nacional de Lutas Contra o Neoliberalismo,  repudiamos veementes mais essa agressão dos Estados Unidos contra a soberania, o povo e o governo  da Republica Bolivariana da Venezuela. O presidente Nicolás Maduro é o representante legítimo do povo venezuelano. É inaceitável que a ganância do imperialismo  prevaleça aos interesses do povo e de seus líderes apenas para ampliar a sua dominação e controle do petróleo e recursos naturais em nossa América Latina.

A ação promovida contra Maduro em classificar como narcotraficante é absurda e repudiável. Com essa descarada obsessão,  de Washington em querer controlar tudo e todos, de querer impor a sua economia neoliberal, a sua cultura consumista e a exploração aos povos dos países em desenvolvimento  é cada vez mais clara a sua ação intervencionista contra os povos  que se levantam para construir e se desenvolver independentes dos Estados Unidos.

O único “crime” cometido por Maduro foi dar continuidade a Revolução Bolivariana iniciada no século passado pelo presidente Hugo Chávez. O povo venezuelano segue de cabeça erguida em sua trajetória na defesa da soberania e do Socialismo em seu país. Classificar o presidente Nicolás Maduro de terrorista é a forma que o criminoso Trump (EUA) busca para invadir a Venezuela. Assim,  o imperialismo fazem com a República  Popular Democrática  da Coreia, Irã, Sudão e Síria, tratam todos como se fossem terroristas, isso porque essas nações se recusam a seguir o alinhamento do imperialismo. O presidente dos Estados Unidos é um criminoso ao oferecer uma recompensa de US$ 15 milhões pelo presidente Maduro, assim como outros membros do governo Bolivariano.

Alertamos aos povos de toda América que essa ação dos EUA reflete a sua situação de crise orgânica do capital, porque  o imperialismo precisa se impor através da força, com golpes e guerras para ampliar a sua influência e impor a política neoliberal em todo o mundo. Os trabalhadores,  neste momento em que passam por  grave crise econômica e  crise de saúde pública com o coronavírus,  não podem esmorecer nem abaixar a cabeça. Precisamos denunciar mais essa agressão contra a Venezuela, o seu governo e o seu povo.


É necessário que toda esquerda e os democratas em todo o mundo e a ONU se posicionem contra essa ardilosa e criminosa,  a dos Estados Unidos e seu presidente Trump. Em todo o mundo se faz necessário que a voz de todos cheguem em solidariedade ao governo e ao povo venezuelano.

Aqui continuamos a nossa luta pela determinação dos povos e de sua soberania e todo o apoio ao Presidente Nicolás Maduro e o processo Revolucionário Bolivariana na Venezuela.

Conclamamos o povo a organizar os Comitês de Lutas Contra o Neoliberalismo a fim de construir um instrumento de luta contra essa política perversa,  que só traz a morte ao povo. Neste sentido, todos por um Congresso de Lutas Contra o Neoliberalismo!
Brasil, 26 de março de 2020.

Congresso Nacional de Lutas Contra o Neoliberalismo!

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. 'Nota pública:' “Imperialismo Norte Americano, tira as patas da Venezuela!” Ajude-nos a alavancar o Cartas Proféticas compartilha somente o link desta postagem: http://cartasprofeticas.org/nota-publica-imperialismo-norte-americano-tira-as-patas-da-venezuela/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.