luz_trevas

O coronavirus revela as trevas e de onde vem a luz do presente e do futuro

Prezada Professora Jacyra Miranda, de Cuiabá, MT

Agradeço-lhe por seu constante apoio no curtir e compartilhar as postagens do Cartas Proféticas. Esses seus gestos são-me muito animadores.

A catástrofe da pandemia  do coronavirus mostra dialeticamente as trevas e a luz.

De um lado vêem-se os movimentos  germinadores da morte. Aí atuam Donald Trump e Jair Bolsonaro, o clone servil do louco do Norte e tresloucado imbecil do Sul .

Nos dois atuam a guerra e a medievidade ante científica.

Trump e o miliciano Bolsonaro odeiam a ciência, mas amam a guerra e a morte.

Ambos desacreditaram na pandemia e ajudaram a atrasar as medidas de proteção e salvação de milhares de vidas.

O descalabro miliciano no Brasil, justamente no momento do caos, aumenta o desprestigiamento das pesquisas e retira ainda mais investimentos da ciência. Com isso a ignorância, própria dos estúpidos como Bolsonaro e o seu governo, se torna a força para matar ainda mais pessoas atingidas pelo vírus e por outras doenças.

As trevas também se fortalecem com o fundamentalismo, essa praga oportunista dos que não querem riquezas para a maioria do povo. Quanto mais pobres e doentes mais exploração e chantagem charlatãs.

Mas o pai de todas as trevas é o neoliberalismo, essa política nefasta do mercado.

Tudo o que importa para o grupo dominante é o lucro. Com isso empobrecem o Estado que, raquítico, não investe na saúde, na educação e em nada que signifique povo e social, carreando todos os recursos advindos do trabalhado e da produção para uma minoria de parasitas. Estes não investem e nada fazem pelo desenvolvimento. Sua contribuição é a de aumentar a densidade das trevas

No fundo, são esses barões os donos do poder que mandam e desmandam na vontade popular, colocando nos governos insanos como Trump, Bolsonaro.e cia, fáceis de serem manobrados contra os interesses do povo e da soberania nacional.

Isso aparece agora escancaradamente com a crise do coronavirus. O mercado e seus loucos aparecem sem conseguirem se esconder sob o manto da crise orgânica do capitalismo.

Tudo vem abaixo e as lâmpadas dos neoliberais se apagam mais e mais. Isso o demonstra um dos seus na Europa, o presidente Emmanuel Macron da França, quando diz: «o que revela esta pandemia é que a saúde gratuita sem condições de renda, de história pessoal ou profissão, e nosso estado de bem-estar social (état-providence) não são custos ou encargos mas bens preciosos, vantagens indispensáveis diante das vicissitudes do destino.

Existem bens e serviços que devem ficar fora das leis do mercado», disse  Macron.

Ao olharmos para o outro lado, já que a realidade é puramente dialética e se move entre forças contrárias –  entre luz e trevas, entre mentira fundamentalista imbecil e a verdade científica e entre  classe dominante e  classe trabalhadora – vemos a solidariedade heróica emergir dos países socialistas.

Quando um navio do Reino Unido, carregado de turistas infectados, foi recusado pelos países do Caribe quem o recebeu, acolheu solidariamente e cuidou dos contaminados foi Cuba, um país socialista.

Na China afetada pelo COVID – 19, sobre cuja origem há ainda muito por ser descoberta, separou do Estado socialista milhões de dólares e especialistas mais qualificados para investir na construção emergencial de hospitais  em tempo recorde e curou seus enfermos. Melhor, ainda distribuiu seus médicos e saberes na Itália e com o mundo, contando com a contribuição solidária da mais desenvolvida medicina do mundo, a de Cuba.

O que se vê em termos de solidariedade profunda vem do socialismo e não dos países destroçados pela doença pai de todas, o neoliberalismo, essa política ante povo.

Se, de um lado, aparecem os destroços humanos, com senas monstruosas com cadáveres sem velórios e sem sepultamentos dignos como na Itália, num mundo acossado pelas trevas capitalistas em frangalhos humanos, por outro, percebe-se o melhor do ser humano, da vida e do planeta terra, tão sofrido e atacado,  no socialismo.

Nesse regime o hábito da solidariedade é valor permanente  tanto quanto  os governos são exercidos pelos melhores filhos do povo, que a ele atendem, a ele escutam e de  tudo fazem por um Estado humano e atento na superação dos males das doenças e das misérias.

No socialismo não há lugares para psicopatas e pernósticos nas direções do Estado.

O socialismo é ciência e tudo o que realiza é cientificamente confirmado pela realidade, que exige eficiência e cura, quando se trata de saúde coletiva.

Com a pandemia se notam as trevas escondidas por detrás dos paredões do mercado neoliberal, egoísta e perverso.

No final da pandemia não sobrará apoio que sustente mais esse regime de trevas e de morte.

Nesse momento,  a percepção popular já percebe para onde o neoliberalismo encaminha o país, com seus golpes, com seus crimes, com seus assassinatos, seus fundamentalistas, com seus loucos e com suas concentrações de riquezas e de renda.

Após o COVID – 19 restará uma humanidade no escuro, mas na busca das luzes, cujos postes não vêm do capitalismo e seu marcado satânico, mas no socialismo.

Os raios da luminosidade coletiva já são encontrados agora, apesar do desespero e de insegurança. Hoje conversei com um líder sindical que me contou que há muito tempo não conseguia se reunir com a direção do sindicato dele. Nesse momento conseguiu não só encontrar com todos, mas com mais 8 sindicatos. É isso que acontece em todo o país.

As luzes dos avanços do que há de melhor no ser humano não vêm por causa da pandemia, mas nesta circunstância as pessoas de boa vontade e as enganadas se alertam para a única saída da sobrevivência da espécie humana e até do planeta.  

Ousar lutar e ousar vencer são marcas do povo mobilizado e em marcha. Venceremos!

Abraços críticos e fraternos,

Dom Orvandil.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 Comentários

  1. "O coronavirus revela as trevas e de onde vem a luz do presente e do futuro". Ajude-nos a movimentar o Cartas Proféticas compartilhando o Cartas Proféticas compartilhando somente o link desta postagem do blog: http://cartasprofeticas.org/o-coronavirus-revela-as-trevas-e-de-onde-vem-a-luz-do-presente-e-do-futuro/

  2. […] O coronavirus revela as trevas e de onde vem a luz do presente e do futuro; […]

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.