moro e esposa picaretas

O Jornal GGN e o DCM investigarão a indústria da delação premiada na Lava Jato. O Cartas Proféticas apoia

Essa investigação de profundo caráter jornalistico será de inestimável valor para o Brasil, para a sociedade brasileira e, quem sabe, até para produzir uma CPI com poderes de polícia e judicial para desbaratar o maior crime lesa humanidade, maior do que o que nazismo produziu na Alemanha, que sai da força tarefa lava jato partidarizada e de mãos sujas dadas aos Estados Unidos e ao mercado financeiro.

Condenações sem provas, destruição irreparáveis de imagens, descontrução da indústria nacional,  levando para o abismo a ciência a tecnologia de ponta da Petrobra, da indústria naval e aéria,  rebaixando o Brasil ao século 18 sob a escravatura com desemprego em massa, é coisa com a honradez política não pode tolerar. Aceitar que a injustiça e a opressão se façam em nome da lei e do judiciário sustentado pelo povo é covardia que se revelará nesse porjeto jornalistico entre GGN e DCM.

Abaixo leia a justificativa e o vídeo sobre esse projeto que merece a solidariedade e o apoio de todas as pessoas de boa vontade.


Pela primeira vez, o DCM e o Jornal GGN, duas das marcas mais reconhecidas do jornalismo digital, vão participar juntos de um projeto de crowdfunding

Nos últimos anos, o maior negócio do meio jurídico é a indústria da delação premiada na Lava Jato. 

Advogados foram contratados por honorários milionários, de dezenas de milhões de dólares, para oferecer aos clientes o conforto de uma negociação confiável com procuradores e juiz da Lava Jato.

Ter a confiança do magistrado passou a ter um valor inestimável. Ao mesmo tempo, surgiram discrepâncias variadas entre as sentenças proferidas, algumas excessivamente duras, outras inexplicavelmente brandas.

Tudo isso ocorre no reino de Curitiba, território em que a justiça criminal é dominada há anos pelo grupo que conduziu a Lava Jato, juiz Sérgio Moro à frente.

Esse modelo ganha consistência no caso Banestado, em que não houve culpados.

As reportagens visarão levantar as origens dessa parceria, as razões de criminosos notórios, como Alberto Yousseff, sempre sair beneficiados, o caso da advogada Beatriz Catapretta e os negócios envolvendo Rosângela Moro e escritórios de advocacia de Curitiba, incluindo as relações entre ela e Marlus Arns, consolidadas no período em que ambos atuavam para a APAE do Paraná.

Um capítulo especial será dedicado ao aprofundamento das revelações do advogado Rodrigo Tacla Durán, que teria sido procurado pelo também advogado Carlos Zucolotto Júnior, amigo de Moro, com uma oferta de venda de facilidades na Lava Jato, com um acordo de delação premiada em condições mais favoráveis.

O dinheiro arrecadado servirá para custear o trabalho dos repórteres em Curitiba, Belo Horizonte e outras cidades, eventualmente do exterior. As matérias serão publicadas nos dois sites simultaneamente. 

No final, um vídeo reportagem será produzido.

Contamos com você. 

Acesse aqui para saber mais sobre o projeto.

Caso precise de mais informações envie email para crowdfunding@dcm.com.br

Ajude-nos a romper as barreiras das manipulações e mentiras da mídia comercial. Colabore com o blog Cartas Proféticas.

Compartilhar:



Um Comentário

  1. espero que consigam desvendar o mistério de tanta impunidade neste país... o risco será muito grande... estão mexendo com forças poderosas que não hesitam em detonar qualquer obstáculo que apareça no caminho deles... infelizmente contam com grande parte dos nossos políticos e justiceiros.

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.