Eduardo Guimarães

O juiz Sérgio Moro atropela a Constituição e a democracia ao prender Eduardo Guimarães

Prezado amigo Eduardo Guimarães, São Paulo, SP

Explode pela mídia e pelas redes sociais a notícia da arbitrariedade criminosa do juiz Sérgio Moro ao constranger-te a prestar um depoimento através de condução coercitiva que, na sua forma,  tem características ditatoriais de quem atropela a ordem jurídica, o direito e a presunção de inocência do amigo.

Os mais entendidos afirmam que aquele juiz,  adorado pela direita e manipulados, impôs a polícia federal, composta por funcionários públicos que deveriam cuidar da segurança e da paz sociais, a conduzir-te a uma delegacia para prestar depoimentos sem antes intimar-te, já que teu endereço e vida limpa são por todos conhecidos.

Moro ainda afronta a tua dignidade de jornalista ao sequestrar teu notebook, um celular teu e outro de tua esposa. Dessa forma é clara a intenção de calar-te com o objetivo de sufocar o direito à informação. Como o amigo é por demais conhecido e noticia o que a Rede Globo e a Revista Veja, órgãos da mídia amiga do juiz da republiqueta de Curitiba negam como abafamento ao direito à informação, certamente o juiz espetaculoso quis pegar carona na tentativa de perseguir-te com o propósito de impedir a queda dele no prestígio popular.

Mais vergonhosa é a falta de ética daquele juiz moralmente pequeno ao levar teu computador e teu celular para vasculhar tuas fontes de informação, um direito sagrado assegurado pela Constituição Federal, em clamorosa afronta ao direito ao sigilo.

Aí está um campo precioso, cuidado por médicos, psicólogos, psicanalistas, assistentes sociais, pedagogos clínicos, advogados, sacerdotes e tantos outros, que é o sigilo ético.

O sigilo preserva a dignidade das pessoas. É justamente nesse quesito que Moro e sua gurizada medonha da força tarefa lava jato, do ministério público, da procuradoria, da polícia federal e da mídia mais demonstram a gigantesca falta de respeito às pessoas.

Além disso, esses irresponsáveis, com aquele juiz de primeira instância à frente, são contraditórios quando cuidam deles e se projetam espalhafatosamente sobre os inimigos. Eles vivem num mundo blindado, protegido por milícias e forças em armas enquanto atentam contra a sagrada privacidade dos cidadãos brasileiros, cada vez mais inseguros e ameaçados.

Tu e tua família foram violados ainda pela madrugada quando a polícia federal invadiu a residência de vocês,  levando pânico e constrangimento ao lar de vocês.

Luis Nassif tem razão (aqui) quando descreve Sérgio Moro como desequilibrado e autoritário, um demiurgo ou imperador que se coloca  acima da lei.

O juiz da republiqueta de Curitiba é a cara tenebrosa do golpe com seu espectro judicialista, que sinaliza o aportamento da ditadura, que suprime a liberdade, produz e  persegue inimigos.

Solidarizo-me contigo e com tua esposa, amigo Eduardo Guimarães.

Peço-te forças, ânimo e coragem contra toda e qualquer intimidação.

Clique aqui para acessar o Canal CRP no You Tube.  Inscreva-se no Canal. E aqui para curtir nossa página no Facebook.  Também acesse essa página para conhecer nossos serviços e para colaborar.

  • Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz sociais.
  • Dom Orvandil, OSF: bispo cabano, farrapo e republicano, presidente da Ibrapaz, bispo da Diocese Anglicana Brasil Central e professor universitário, trabalhando duro sem explorar ninguém.
Compartilhar:



2 Comentários

  1. […] Fonte: O juiz Sérgio Moro atropela a Constituição e a democracia ao prender Eduardo Guimarães – Carta… […]

  2. […] as mentes lavadas e manipuladas pelas quadrilhas golpistas, também - 22 mar , 2017 O juiz Sérgio Moro atropela a Constituição e a democracia ao prender Eduardo Guimarães - 22 mar , 2017 Do Prof. Aldo Fornazieri: “Derubrar Temer é demanda da dignidade” - […]

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.