louco_genocida

O maluco de plantão na presidência falou em mandar um jipe, um soldado e um cabo para depredar o STF

A sua solidariedade ao Cartas Proféticas é fundamental e essencial para a manutenção deste trabalho e sua ampliação. Não lhe pedimos esmolas nem nos movemos pela exploração da economia popular. Reforce-a com seus contatos e amig@s: http://cartasprofeticas.org/colabore.

Acesse também e compartilhe o Canal Espiritualidade Revolucionária no You Tube.

Por Dom Orvandil (domorvandil@gmail.com)

A Revista Piauí elaborou jornalismo sério auscultando pessoas que atuam junto ao miliciano maluco que ocupa indevidamente, “ eleito”  por métodos sujos como parte de um golpe de Estado e de um processo eleitoral covarde  e mentiroso.

Na matéria exaustiva produzida pela jornalista Monica Gugliano na Revista Piauí transparece o fantoche do neoliberalismo e do fascismo, ainda ocupante da cadeira de presidente, babando, como cachorro louco, com raiva  dos Ministros Celso de Melo e Alexandre de Moraes do STF.

O ódio do sacripanta, que não sabe o significado do “não” às suas loucuras fascistas, brotadas dos esgotos milicianos, o movia a mais uma vez numa reunião no Planalto, vazio de decência e feito antro dos perversos que desgovernam nosso país na direção do inferno, quando berrava a generais provindos do golpe militar de 1964, acontecido no dia dos bobos, dizendo “vou interferir”.

As ameaças tresloucadas se davam porque Celso de Melo solicitou orientação  do Procurador Geral da República sobre a apreensão do celular de uso pela presidência da República para contatos oficiais com a nação.

Há suspeitas de que o falsamente esfaqueado, ocupante mentiroso da presidência da república, tenha se utilizado do aparelho público, com despesas pagas pelo povo brasileiro, para a prática de crimes e de fake News.

Nessa reportagem de Monica Gugliano há pontos interessantes para análise da crise que nos inferniza.

A primeira é a da reação do miliciano, transparecendo medo diante da possibilidade da revelação das barbaridades constantes do celular que deveria ser de uso a favor do Brasil, na verdade é instrumento de crimes.

Celso de Melo nada mais fez do que tratar do encaminhamento de uma denúncia feita por partidos contra os crimes evidentes praticados pelo genocida na presidência.

Quanto mais pula e salta por causa de uma investigação corriqueira para atender os ritos de uma investigação,  que deveria ser feita em 2018 e não esperar que esse fantoche se elegesse percorrendo os caminhos sujos para chegar à presidência para desonrar esta instituição e ajudar a humilhar o Brasil.

Também chama a atenção os latidos de cachorros loucos feitos pelo boçal na presidência como pelos milicos procedentes dos porões sanguinárias da ditatura imperialista-empresarial-militar.

A reportagem deixa clara a intenção fétida de golpe militar, sempre desejada pelo bando de delinquentes. A tendência já fora vomitada pelo filhote do chefe de milícia ao afirmar que bastaria um soldado, um sargento e um jipe para fechar o STF. Nada novo na sede de sangue dos bandidos da famiglia Bolsonaro e nos milicos empijamados e imorais, que sujam o Palácio do Planalto.

A movimentação entre os agentes de motivação fascista como os milicos e o ativista da Opus Dei, o “seo” Ives Gandra da Silva Martins, sempre apodrecido serviçal da direita católica e peste servil da elite branca e escravagista de São Paulo, demarcam o pilar fascista e neoliberal que sustentam a corja entorno de Bolsonaro.

Para essa gente de mente poluída pela orgia golpista apenas basta o que imaginam como pretextos para torcer as já emporcalhadas leis e instituições, para pensarem e tentarem dar golpes militares. A imaginação nos pensamentos dos golpistas não é exatamente o exercício cerebral de acolher o mundo em forma de conceitos e de verdades subjetivas, mas o da prática da delinquência golpista e suja contra nosso país já sofrido e ajoelhado.

Outro fato que chama a atenção na agitação do louco que baba de ódio,  querendo destruir o STF,   é a noção porca de autoridade.

Com palavrões e berros o sacripanta falava em “interferir” destituindo os 11 ministros do STF,  alegando que a decisão de Celso de Melo de apreender o celular usado para funções escusa se baseava na vontade de o poder judiciário quer tomar o poder executivo.

Mas o que é “autoridade” para um louco que debocha das pessoas atingidas pelo coronavirus, tanto as que adoecem como as famílias enlutadas pelas mortes sofridas e precoces de ente queridos?

Que autoridade tem um louco que chama uma pandemia de “gripezinha”, a mesma que infecta e mata principalmente os pobres?

Que autoridade pode ter um desiquilibrado que receita irresponsável e criminosamente  cloroquina, sem base científica?

O que é autoridade para o louco da falsa facada que manda atear fogo na Amazônia para proteger os macros interesses dos ladrões e assassinos do agronegócio e das multinacionais que matam indígenas e assaltam minérios e árvores?

Como pode falar em autoridade um espécime ratazana que, ao invés de servir ao seu povo, submete o Brasil e todos os nossos interesses aos apetites devoradores do mercado monopolista e imperialista?

Enfim, o golpe pelego sujo que Jair Bolsonaro e seus milicos emporcalhados sempre quiseram dar é latente e sempre possível. Afinal, no desgoverno atuam  loucos que desejam o Brasil isolado do mundo e o nosso povo triste, desempregado, doente e com 100 mil mortos pelo capitalismo em bancarrota e pelo fascismo ativo nele e nos seus milicos do coração.

Cabe-nos prestar a atenção nos crimes e criminosos que sacodem nosso país. Certamente não será pelos caminhos de um judiciário que treme de medo de um soldado, de um cabo e de um jipe na contra mão nacional que nos livraremos dessa casta que fede, mas pelas mãos do povo organizado e mobilizado limpando a nação.

Leia e acesse mais. Compartilhe, também:

– Chimarrão Profético com o Jornalista Daniel Pearl Bezerra: “Blogs sujos e mídia alternativa da resistência”.

– Chimarrão Profético com o Professor Jussaty Luciano Cordeiro Junior: “a guerra de canudos e a República brasileira: o olhar humilhante da elite e a resistência popular”.

– Chimarrão Profético com o Deputado Paulo Pimenta: “O lavajatismo, o fascismo e o golpe neoliberal”.

– Chimarrão Profético com as lutadoras e militantes Edva Aguilar e Malu Aires: “Luta pela anulação do impeachment”.

– Chimarrão Profético com a Pedagoga e Teóloga Mirian Preto: “Educação e teologia libertadoras”.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.