boçal_gado

O miliciano, picareta e fake news Jair Bolsonaro ofende a classe trabalhadora e o Brasil

Por Dom Orvandil.

Neste 13 de maio o imoral e perverso miliciano Bolsonaro, em mais um showzinho à boiada irracional, pastando nas gramas à frente do Palácio do Alvorado, vomitou o seu preconceito predileto de ódio à classe trabalhadora.

Ao afirmar que “o povo tem de voltar a trabalhar. Quem não quiser trabalhar, que fique em casa, porra. Ponto final” o meliante esborrifa para fora de sua alma apodrecida o mais profundo desejo de que os trabalhadores sejam imolados no altar da pandemia, como o quer todo o sistema neoliberal em frangalhos.

Para o discurso genocida da elite dos 1%, compostos de parasitas, vagabundos que nada produzem, o miliciano satisfaz quando expressa que só devem ficar em casa os ricos, que são sustentados por quem ele e o tchutchuca nazista Paulo Guedes protegem,  doando aos bancos trilhões de reais do dinheiro público, desviados do SUS e do tesouro nacional.

Ao miliciano e o tchutchuca, milicianos e delinqüentes, não interessam as mortes de 12,4 mil irmãos e irmãs brasileiros/as.

 Quando o protetor da famíglia mafiosa discursa, deixando o gado excitado, pronto a lamber o “mito”, dizendo que “o povo tem de voltar a trabalhar” é evidente que o bestializado pensa no bem estar dos parasitas que não trabalham, que vivem da exploração da mais valia, roubando dos trabalhadores as horas, dias, meses e anos de produção não paga.

Irresponsável e incendiário, o marginal foi aplaudido pela claque fascista, a quem dá satisfação, despreocupado com o destino de fome e de miséria que nos espera.

Medíocre, baseado apenas em apoiadores viciados, odiosos, empanturrados de ignorância, o mentecapta canalha desanca infâmias e tentativas de dinamitar os governadores estaduais e os prefeitos. De forma analfabeta, tomou frases do almofadinha governador de São Paulo, João Dória,  que disse que é “melhor o isolamento do que o sepultamento” e ironizou afirmando que  “quem ficar em casa parado vai morrer de fome”, como se sua postura imoral cultivasse alguma solidariedade com as maiores vítimas da contaminação, os trabalhadores que superlotam o transporte público.

 Estúpido e grosseiro, em radical desrespeito a quem realmente trabalha e produz, o delinquente, morador indigno do Palácio do Alvorada, ainda disse que  “até o urso quando hiberna tem prazo para hibernar”, como se a calamidade pandêmica se tratasse de hibernação de animais na natureza.

O fantástico descompromisso humano e social do “messias” das rachadinhas se escancara ao afirmar que a sorte dos contaminados e candidatos à morte não conta com a solidariedade do Estado nem da burguesia do mercado:  “ficar em casa, para quem pode, legal, sem problema nenhum. Agora, para quem não tem condições, geladeira está vazia, três, quatro filhos chorando de fome, é desumano”, vomitou o desclassificado, sob a histeria da boiada. 

É fundamental que tenhamos consciência do tamanho do problema contra o povo. Mas é essencial que tomemos consciência também de que essa boçalidade, como a de todos os comparsas do desgoverno dele,  têm que ser empurrados para fora, mandando-os de volta para os esgotos e tamparmos as bocas para que nunca mais saiam de lá. A receita está com a torcida do Corinthians.

Participe da campainha de solidariedade ao Cartas Proféticas. Reforce-a com seus contatos e amig@s: http://cartasprofeticas.org/colabore .

Acesse também e compartilhe:

– Os militares devem voltar à caserna.

– Chimarrão Profético com o Prof. Dr. Roberto Bueno: “Coronabolsonaro exterminam o povo brasileiro”.

– Chimarrão Profético: “Como seria uma ditadura militar, quais seus males e como barrá-la?

– Noite profética: “Como enxergamos na maior noite humana crônica e assustadora?”

– Paulo Guedes: os brasileiros são 200 milhões de trouxas.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. É preciso falarmos sobre o que representa o boçal Jair Bolsonaro e as lutas que travaremos no enfrentamento do que o mantém, que não é gado que pasta nos jardins do Palácio do Alvorada. Ajude-nos a dinamizar o Cartas Proféticas compartilhando somente a chamada e o link desta postagem. Por gentileza, ative o notificações para receber as novidades do blog. FIQUE EM CASA E SE PREPARE PARA A GRANDE LUTA NO PÓS PANDEMIA. O Brasil precisa de você, não como esvravo/a nem como pau mandado/a do fascismo. http://cartasprofeticas.org/o-miliciano-picareta-e-fake-news-jair-bolsonaro-ofende-a-classe-trabalhadora-e-o-brasil/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.