brasil-avenda

O olhar velhaco, estúpido e o Brasil ‘feliz’ do açucarado Abílio Diniz

Por Dom Orvandil

Li a entrevista do mega burguês Abílio Diniz,  dada ao jornalão Folha de São Paulo, neste domingo 12/01/19.

É de arrepiar o nível de imbecilidade, estupidez, superficialidade e satanicidade da ‘elite’ brasileira, eloqüentemente representada pelo velhaco Abílio Diniz, ex aliado ou ainda aliado do ex presidente Lula e da ex presidenta Dilma.

Sou velho, baste distante da longevidade em decomposição moral do velhaco entreguista, verdadeiro canteiro de vermes do capitalismo rentista antinacional e não consigo imaginar como um ser humano pode cheirar a morte e a putrefação como é o caso desse Abílio Diniz.

Certamente habitando numa espécie de cemitério da paz, desses onde a burguesia enterra seus mortos que viveram como verdadeiros demônios e, depois,  temerosos de enfrentar o inferno, buscam cultivar por mais tempo os micróbios de seus cadáveres de bandidos sórdidos.

Em vida, completamente fora da realidade, como é o caso do ‘burguesão’ Abílio Diniz e os seus amados no governo do vampirão Mi$chel Temer e do miliciano – e toda a gangue de bandidos e ladrões – do desgoverno Bolsonaro, o sacripanta avalia que o Brasil é barato por causa do projeto aniquila tudo,  aplicado a partir do golpe de 2016 contra os seus aliados Lula e Dilma.

Desde o alto da torre de marfim,  que a burguesia nacional, amante prostituta dos oligopólios internacionais,  construiu como mirante para ferrar o povo,  os trabalhadores e assaltar todas as riquezas do país, o velhaco Abílio baixa se acocora  e se estende ao chão berrando aos empresários que incendeiam o mundo com guerras no roubo das matérias primas – notadamente do petróleo – para que venham para cá roubar à vontade. Tudo foi preparado para eles e seus piratas.

O fétido, a quem a Folha chama pomposamente de empresário,  afirma não duvidar nenhum pouquinho que os ladrões poderosos – ele os chama malandramente de investidor  estrangeiro – chegarão aqui.

Meu Deus, os bandidos não disfarçam mais nem precisam esconder suas táticas sórdidas como assaltantes e ladrões!

Disse o mega ladrão – empresário para a Folha: “O Brasil está muito barato. Está ‘for sale’, como já disse uns anos atrás. Eles vão ter de vir porque não têm alternativa no mundo. Quem não vier rápido vai perder o bonde. Em vez de pegar esse dólar valorizado contra o real, vai pegar o momento do real já mais valorizado”.

Bah!

Babando, dizendo coisas que soam como música de ninar à marginalha poderosa,  Abílio se delicia de amores românticos e de elogios ao governo miliciano e fantoche de Bolsonaro.

Barbaridade, eis como o entrevistado senil avalia a nojeira que passa pelo Palácio do Planalto e escorre pelo ministério da economia, pelo Banco Central e pelo Congresso Nacional golpista e inimigo do Brasil.

Sobre o antro Bolsonaro,  de asneiras em todos os sentidos, Diniz  delira apaixonado ao avaliar que a governança é   “altamente positiva”.

Para ele, que é inimigo dos direitos dos trabalhadores, da distribuição de renda e de riquezas, a direção da economia é “séria e competente”.

Como se fosse rezador de missa histérica da Canção Nova ou de cultos esquizofrênicos de neopentecostais, com adoradores ‘felizes’ e abençoados em meio ao inferno galopante em se transforma o Brasil, o senil  diz ainda que não ter “dúvida de que os brasileiros estão melhores do que estavam há um ano. Não estão no ideal, mas estão melhores”.

Bah, meu Deus!

Desonesto, subinteligente, apátrida e empresário egoísta centrado apenas no acúmulo de lucros e de poder econômico, sem a mínima sensibilidade e compromisso com o desenvolvimento do país, Abílio se posiciona partidariamente, embora cinicamente não mencione siglas cartoriais. Nem precisa. Diz que o partido dele é o Brasil.

Claro, o partido dele é o dos lucros, do mercado dominado pela máfia dos bancos e pela indústria da guerra, que incendeia o mundo.

No altar da estupidez, onde se senta o deus do lucro, Abílio Diniz ofende nosso povo e o nosso pais ao elogiar o governo Bolsonaro e tomar das mãos do sacerdote do diabo, o tchutchuca Paulo Guedes, a hóstia da destruição da economia justa e democrática, alimentando a cavalgada na direção de mais lances no atropelo do desmonte do Estado brasileiro.

Tudo o que é feliz, sério e competente para Abílio Diniz e para a gangue golpista do mercado recai sobre nós como desemprego, doenças, insegurança, aniquilação constitucional, desagregação social e passos largos na direção da guerra civil.

O empresário dos infernos louva toda a desgraceira crescente que rola sobre nós sem nada dizer sobre a situação dos trabalhadores – cada vez mais vulneráveis e pobres – nem sobre a necessidade de fortalecer o Estado brasileiro na proteção de nosso povo e na defesa da nossa pátria, ambos totalmente ameaçados pela ambição internacional.

Há somente um ponto positivo nas entrelinhas dessa malfadada entrevista: Abílio Diniz mostra sem a menor vergonha na cara o quanto precisamos tomar consciência de que precisamos derrubar o sistema capitalista, pai das crises orgânicas, sepulcro  da ética econômica e social com justiça e equidade.  

Embora o sacripanta demonstre leve insegurança e, por isso,  abre uma fresta da porta da elite suga suga para Lula o fato é que essa classe dominante não merece confiança. Tem que ser varrida do poder!

Sugiro que vocês tomem algum medicamento ente enjôo, tranquem a boca para não vomitar sobre este aparelho e leiam aqui a entrevista de Abílio Diniz.

Faço votos de muita raiva, indignação e de consciência profunda de que temos muita luta para empurrar este sistema em direção ao inferno que engole capetas como o do Auto da Compadecida – obra de Ariano Suassuna – , levando juntos seus ruralistas, banqueiros, padres,  bispos enroladores e comerciantes picaretas como Abílio Diniz.

Raiva para nós é como o amor pela justiça e pela equidade econômica e social!

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um comentário

  1. Chocante a hipocrisia sem limites do mega capitalista Abílio Diniz, que acha que os brasileiros são mais felizes com Bolsonaro. Leia e compartilhe somente o link de acesso ao Cartas Proféticas: http://cartasprofeticas.org/o-olhar-velhaco-estupido-e-o-brasil-feliz-do-acucarado-abilio-diniz/

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.