conservadores

O povo brasileiro é majoritariamente mais humano e melhor do que a elite dominante, neoliberal e golpista

Em palestra no “1º seminário de luta contra o neoliberalismo” em agosto de 2017 na Universidade Federal de Goiás, promovido pela Ibrapaz, o prof. Dr. Aluisio Pampolha Bevilacqua, falando sobre os 150 anos do Capital de K. Marx, os 100 anos da Revolução Russa e o neoliberalismo, disse que o povo brasileiro não é conservador nem fascista.

Verdade, a pesquisa do instituto Ideia Big Data comprova  que as posturas do povo  brasileiro são bem menos conservadoras do que as que as análises políticas dos discursos de parlamentares  de direita e neoliberais e  em ofensas e agressões fundamentalistas  nas redes sociais.

O estudo demostrou, entre outras conclusões, que há enfático apoio dos brasileiros à política  de Estado para garantir igualdade de oportunidades, proteção aos mais pobres, aposentadoria aos mais velhos e crescimento econômico do país. São da maioria também o apoio a cotas raciais em universidades públicas e a defesa de direitos de homossexuais. A formulação segundo a qual os direitos humanos “devem valer para todos, incluindo bandidos”, supera com folga o entendimento de que deveria ser algo seletivo. E amplamente majoritária parcela da população  manifesta rejeição à ideia de punição criminal às mulheres que fazem aborto.

Até mesmo  a lorota  de que o Brasil precisa de “menos Estado” – que os jornalistas serviçais da mídia de organizações criminosas e seus colunistas não cansam de repetir como verdade absoluta – sai capenga. Pelo contrário,  80% preferem serviços públicos melhores e só 20% querem impostos mais baixos e que os pobres que se virem.

Mais de 86% dos pesquisados  responderam  que o governo deve proteger os mais pobres;  ampla maioria pensa que deve garantir a aposentadoria para todos, administrar a economia para promover o desenvolvimento. Também  valorizam os partidos políticos, resistindo à campanha das organizações criminosas, como a Rede Globo, por exemplo, na campanha pela despolitização do povo.  A maioria é contra o encarceramento generalizado com o objetivo de delações sem provas.

Colabore solidariamente com o Cartas Proféticas,  que analisa criticamente as notícias, busca os nexos com o todo, com as causas e os efeitos.

Compartilhar:



Um Comentário

  1. a grande maioria da população brasileira é formada por pessoas boas,humanas e solidárias...

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.