lula_raul

O Presidente Raul Castro de Cuba protesta contra a prisão política de Lula

Durante discurso na passagem do cargo de Presidente de  Cuba, neste dia 19 de abril de 2018,  o general Raul Castro se solidarizou com Lula e denunciou sua prisão como política : “[depois do] golpe parlamentar contra a presidente Dilma Rousseff, se consumou a prisão arbitrária do companheiro Lula, cuja liberdade reclamamos”.

“Hoje [Lula está] submetido à prisão política para impedir que ele participe das próximas eleições presidenciais, já que segundo diversas pesquisas, se houvesse eleições hoje, ninguém poderia ganhar de Lula”, disse o comandante Castro.

Raul é amigo pessoal de Lula e o tem como grande aliado e companheiro das Américas.

Já se fala na visita de Barak Obama a Lula na Polícia Federal em Curitiba.

Lula só não é amado pelo fascismo e pelo mercado neoliberal, corrupto e injusto por natureza.

Raul Castro poderá também visitar o ex presidente em sua prisão, que tem o sabor amargo do que fizeram a Nelson Mandela.

A repercussão mundial das injustiças sofridas pelo maior líder brasileiro e um dos mais amados mundialmente é peso difícil para a lava jato e para  Sérgio Moro, o capitão do mato do imperialismo.

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com * são obrigatórios *