Fornazieri

O Prof. Aldo Fornazieri confirma: “Moro é copartícipe do golpe”

Este blog através de seu editor dialoga intensamente com vários setores da sociedade sobre o golpe de Estado assacado contra o Brasil e a democracia.

Fora do âmbito neoliberal, conservador, de direita e fascista há unanimidade de que o remédio constitucional do impeachment, que é uma ferramente para destituir governantes desonestos e desonrados,  foi usado com má fé para derrubar a Presidenta Dilma Rousseff, acusada de corrupção  sem nenhuma prova.

É bom também que esse diálogo se trave com setores científicos comprometidos com a verdade como os pesquisadores e estudiosos das universidades, principalmente as públicas.

Este é o caso do cientista político Aldo Fornazieri  que, numa entrevista à TV 247, confirmou a caráter golpista da força tarefa lava jato, do seu juiz Sérgio Moro e os procuradores seletivos e parciais.

Fornazieri afirmou  que “a Lava Jato tem duas faces, paradoxais e contraditórias. A primeira é que ela é uma operação necessária para combater a corrupção, porque os níveis de corrupção no Brasil sempre foram muito altos e ninguém nunca tinha enfrentado a corrupção como agora”. “Por outro lado, ela se perdeu. Ela se perdeu nas parcialidades, na ação persecutória do Moro e de procuradores contra o Lula”. Fornazieri acrescentou que “o Moro agiu politicamente em todo o processo”. “Ele foi copartícipe do processo do golpe, não tenho dúvidas disso”.

“Quando ele divulgou os grampos à revelia da lei, é um golpe. É vergonhosa a atuação dele. Quantas vezes ele foi pego confraternizando com Aécio Neves, com o próprio Temer. Num país sério, minimamente democrático, um juiz nunca teria esse tipo de conduta”, critica o professor.

Em entrevista aos jornalistas Gisele Federicce e Paulo Moreira Leite o professor e cientista político Aldo Fornazieri criticou os golpistas e a própria esquerda por se acovardar sem reagir ao golpe.

Assista a entrevista.

 

Compartilhar:



Um Comentário

  1. concordo com o professor Aldo Fornazieri desde o início da operação lava jato, era visível o seu caráter político/golpista, quando passou a vazar para a imprensa somente o que interessava ao enfraquecimento do governo de Dilma Rousseff, mesmo sem provas. A história há de registrar a crueldade desse golpe maquiado de legalidade!

Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.