bolsonaro_fantoche

O que e quem causa desgraças como Bolsonaro, desempregos e depressões no Brasil e ainda se diverte?

Aqui no Cartas Proféticas tratamos –  numa linguagem clara, objetiva e honesta, liberta dos formalismos “bons mocistas” –  dos grandes problemas que tumultuam nosso povo e o nosso país, apontando as causa como são, sem enfeite convencionalista.

As últimas análises são demonstrações dessa forma revoltada e honesta, como a da escritora Eliane Brum, que elenca a situação dramática de pessoas que amargam desempregos e das que sofrem pesadelos tremendos com medo de perder suas fontes de ganhos e até com a sobrecarga ao fazerem o que mais 3 ou 4 pessoas faziam, caindo necessariamente  deprimidas,  bem como o texto sincero da Psiquiatra Márcia Tigani  a respeito do “excesso de lucidez” como trincheira de resistência, organizando programação para a preservação mental em face de ameaças terríveis à saúde e à própria integridade existencial.

Quando a honestidade intelectual permite que a realidade se apresente de modo claro à nossa consciência, sem a mediação romântica e mentirosa de jornalistas “profissionalescos”, de padres e pastores picaretas, desonestos até à medula,  o movimento importante para o entendimento facilita a compreensão na separação dos fantoches  dos que movimentam os bonecos sujos e perversos, escondidos por detrás das belas palavras e da enorme tempestade da crise que nos mata a todos.

Aí é fácil perceber que Jair Bolsonaro é grotesco, burro, trapalhão, desonesto em todos os sentidos, mas que se elegeu e ainda se matem no governo porque é fantoche comandado por alguém que o sustenta, já que ele não tem o capital do apoio popular nem bases sociais e nacionais capazes de segrurá-lo.

Bolsonaro é um bestalhão comandado pelo sistema financeiro. Tanto que Paulo Guedes, o seu maior paspalho, é um grotesco “embaixador” do mercado para conduzir o festival de deformações, que a mídia e ele mesmo chamam de reformas. E assim são todas as áreas onde esse sistema desgraçado enfia os seus capitães do mato, como no Ministério da Educação e na Chancelaria, por exemplo.

Todos os capitães do mato do mercado, enfiados no governo federal,  são burros, ignorantes e mau caráter. Mas isso não importa para os delinqüentes e bandidos donos dos bancos.

O “seo” Candido Bracher, o chefão de um dos bancos mais ladrões, que age por detrás do golpe que começou em 2016, diz com todas as letras que a alta taxa de desemprego é boa para o Brasil.

Para esse desgraçado, indecente inimigo dos trabalhadores, da justiça econômica em forma de empregos e distribuição de renda, quanto mais desempregar, jogar na desgraça milhões de famílias melhor para o que ele chama de Brasil, na verdade o paraíso da indecência, que são os bancos.

O que importa para o delinqüente capitalista que o desemprego em alta é bom porque ajuda a “crescer sem pressões inflacionários”.

Os salários baixos são fator não inflacionário, afirma o sacripanta.  O infeliz chega a comemorar o desemprego de quase 40% afirmando que a situação macroeconômica no Brasil é “tão boa quanto nunca vi na minha carreira”.

Daí Candido Bracher não se importa com as asneiras (coisas de asnos) ditas pelo único  que o mercado pode colocar na presidência, um incapaz que pode manobrar com mentiras e muita corrupção, desde que as reações de todo o país e do mundo ao perverso, que ofende heróis da pátria e os mortos,  não importam ao pulha, e a tudo o que ele representa,  desde que a destruição de direitos e de empregos continue. É o que ele diz, segundo noticia a Folha,  ao afirmar  que “o avanço das reformas não tem sido influenciado pelas turbulências políticas”.

Portanto, Jair Bolsonaro é criminoso, mentiroso, corrupto, manipulador, idiota, mas é fantoche desse capitalismo desumano, estúpido e perverso, muito bem representado pela alegria e a festa em cima das desgraças de nosso povo que o assassino Candido Bracher, chefão de um dos bancos privados mais ladrões do sistema financeiro, faz, gozando com nossa cara.

Os movimentos sociais e todos nós que lutamos temos que ter em mente de resistir nos ajudando uns aos outros, unindo-nos para derrubarmos todo esse sistema alimentador de ratos e de mafiosos donos de bancos sugadores de nossas riquezas, de nossa energia, saúde e vida.

Leia também mais publicações do Cartas Proféticas e compartilheExcesso de lucidez é uma forma de resistir;

Bolsonaro é podre e perverso a serviço de força que só pode usar um aborto humano como ele;

Mortos se levantam com seus familiares contra os crimes hediondos praticados pelos assassinos venerados por Bolsonaro;

Padre quebra o paradigma da idiotice ululante para pensar Jesus sorridente sambando na Mangueira;

Índio novamente tutelado;

Chimarrão Profético: “O que a lava jato com Moro e Dallangnol deram ao Brasil?”

Acabou a fase do bom “mocismo”: não aconteceu eleição, não temos presidente, foi tudo farsa!

Ex militantes da APML escancaram quem é terrorista e assassino ao responderem aos delírios do miliciano Jair Bolsonaro;

Enquanto Bolsonaro tiraniza a memória de um herói, Lula se solidariza com o filho que tem o pai mais uma vez assassinado.

4 Comentários

  1. […] Acesse também mais publicações do Cartas Proféticas e compartilhe: O que e quem causa desgraças como Bolsonaro, desempregos e depressões no Brasil e ainda se diverte… […]

  2. […] Acesse também mais publicações do Cartas Proféticas e compartilhe: O que e quem causa desgraças como Bolsonaro, desempregos e depressões no Brasil e ainda se diverte… […]

  3. […] O que e quem causa desgraças como Bolsonaro, desempregos e depressões no Brasil e ainda se diverte… […]

  4. […] O que e quem causa desgraças como Bolsonaro, desempregos e depressões no Brasil e ainda se diverte… […]

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.