juventude_manipulada

O que quer a juventude? Nada?

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

Minha querida amiga e professora Débora de Faria Gonçalves, Rede Municipal, Goiânia, Goiás.

Exames e diagnósticos de minha coluna, em estado absolutamente deplorável, me entregaram às tuas “abençoadas” mãos e à tua voz com o sonoro “solta o arrrrrrr”, que amo ouvir.  

Testemunhaste que meus sofrimentos aumentaram ainda mais no início dos exercícios  Pilates. As dores ao deitar, ao permanecer na cama, ao me levantar, ao caminhar, ao andar, inclusive de carro, se tornaram como que chamas a me incendiar. Insuportáveis.

Queixei-me a ti, recebendo da profissional o consolo de que a paciência me levaria ao fortalecimento lombar e de toda a musculatura que sustenta a estrutura óssea maior.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

Correto. Entrei na avenida do prazer e das pazes com o Pilates, sobretudo com o ajustamento de minha própria saúde muscular e óssea.

Sou-te muito agradecido pela dedicação, pelo trabalho, pela meticulosidade e cuidado com que curas cada nervo e músculo, retirando a dor e a inatividade.

Sempre dizes que amas o que fazes. De fato, o que fazes, com tanta alegria, carinho e paciência testemunha o teu amor. Este te faz tocar em cada nervo, músculo e osso, como que a refazer todo o ser.

Não imaginas o quanto aprecio andar a pé a partir desse “milagre” sem curandeirismo e sem picaretagem. Que os milicianos fascistas não saibam de meus roteiros.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

Mudando de assunto, noutro dia, preocupada como professora do ensino público, me disseste que os/as alunos/as não querem nada com nada.

Saí em direção ao meu mundo pensando na tua angústia. Será que a juventude não quer mesmo nada com nada?

Naquela mesma noite recebi um artigo do meu amigo Filósofo 68 (pseudônimo de um grande intelectual) sobre a necessidade de abrirmos nossas famílias para ingressarmos no processo natural da vida e da evolução.

Diz ele que nossas famílias se fecharam em si mesmas, mas com cada membro ainda mais circunspecto e centrado no individualismo, totalmente alheio aos outros da prole.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

A bolha tem como desvalor a tal meritocracia neoliberal, tão inócua e falsa quanto cada um querer se fechar em si, numa redoma egoísta, infantilizante, burguesa e mesquinha.

“E essa negação provoca um descolamento da família individualista (e suas microbolhas e bolhas de grupos) do tecido social, da Família Maior, como feridas cancerígenas sobre um tecido social em processo de desagregação e degradação”, escreveu o meu amigo Filósofo 68

Ai entra a tecnologia com seus tentáculos com as pontas nas mãos do mercado controlador da vontade dessa juventude, que parece não querer nada com nada.

Vê-se uma explosão de equipamentos de comunicação,  renováveis quase semanalmente, cada vez mais abrangentes, fascinantes  e poderosos, que colocam a juventude em comunicação com o mundo em segundos.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

O que digitam, as fotos, os vídeos e autofotos podem ser mentirosas, mas isso é o que importa a quem comanda os neurônios dos bolhas micro fechados. Quanto mais mentira, quanto mais fofoca, mais fake news tanto melhor para os macros interesses dos donos das bolhas e do mercado.

Celulares, tabletes, what’s sapp,  facebook, instagram, twitter, google, you tube e outros são de propriedades multinacionais de poderosos senhores da guerra, membros do capitalismo orgânico em crise e em decadência.

Nesse universo a tecnologia reina de modo a favorecer os interesses altamente mesquinhos desses coronéis que não estão nem aí para o bem da juventude, a quem têm sob controle, seduzindo-a com quinquilharias, amortecendo sua mais pura vontade, seu ímpeto intelectual e banalizando sua consciência política de pertencimento e luta pela família maior, coletiva, social, fraterna e sem consumismo.

Na chamada primavera árabe os magnatas iludiram a juventude usando as redes sociais contra seus governos e pátrias. Objetivo? Roubar o petróleo, matérias primas e seu futuro. O resultado foram as guerras e o caos enquanto os Estados Unidos, adorado pelo miliciano Jair Bolsonaro, roubam e rapinam tudo, jogando a juventude e suas famílias na miséria.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

Aqui no Brasil, logo após a aprovação pelo Congresso Nacional do chamado “passaporte para o futuro”, com alta percentagem dos lucros do pré sal dedicados à educação e à redenção da pesquisa e ao ensino de qualidade, a juventude foi enrolada pelas redes sociais e induzida a entupir as ruas para derrubar o governo sob a pecha do “contra tudo o que está aí”.

Resultado, eleição de safados, corruptos e de um louco miliciano, fascista, canalha, ladrão e, quem sabe, assassino,  para ocupar a presidência com o objetivo de prostituir e vender barato tudo o que redundaria na segurança da juventude e do seu futuro.

Tudo controlado, gerido e amparado pelo mercado, pelos bandidos que controlam a vontade da juventude. E os pais, as mães, padrinhos/as, padrastos/madrastas e visinhos?

Os pais, as mães, padrinhos/as, padrastos/madrastas e vizinhos, também. Todos são manipulados e funcionam como cães de guarda dos senhores da guerra na patrulha do seus pimpolhos, para que não rompam as cadeias e não sejam substituídas pela vontade da rebeldia, da revolta revolucionária e pela luta na prática.

Porém, jovem  Professora Débora, conheço milhares de jovens que rompem com essa pesada inércia dos infernos. Que odeiam os lixos das redes sociais e passam dias sem abrir as porcarias de seus celulares porque se dedicam a ler, a pesquisar, a estudar e a a lutar pelo Brasil.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

A história guarda com carinho e fogo o testemunho e o heroísmo de milhares de jovens que quebraram o jugo desgraçado do massacre, inclusive colocado em seus pescoços e cérebros por suas próprias famílias, que funcionaram como bobas da corte,  inocentes úteis e se entragaram à revolução, muitos irrigando a pátria com seu santo sangue e tantos se convertendo em poderosas sabedorias, tornando-se luminárias aos que se rebelam e se levantam.

Ousar lutar e ousar vencer são marcas do povo em marcha. Venceremos!

Abraços críticos e fraternos,

Dom Orvandil.

O nosso Cartas Proféticas conta porque precisa de sua solidariedade. Colabore: http://cartasprofeticas.org/colabore 

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.