bozo_bandido

Ofender o futuro presidente Alberto Fernández e a ex presidenta Cristina Kirchner é calúnia e crime que o Bozo comete

Nuca é tarde para refletirmos sobre as causas, mentiras e conseqüências de mais um crime feito pelo idiota Jair, muito menos passadas apenas 24 horas.

Desesperado porque o projeto golpista de cujas eleições fake news do qual o  lixo miliciano  Bolsonaro é parte,  o desvairado disse  sobre Alberto Fernández e Cristina Kirchner:   “olha o que está acontecendo com a Argentina agora. A Argentina está mergulhando no caos. A Argentina começa a trilhar o rumo da Venezuela, porque, nas primárias, bandidos de esquerda começaram a voltar ao poder”, disse o inútil ao Brasil na Parnaíba, no Piauí, onde participava de cerimônia alusiva a um projeto de irrigação.

A baixa inteligência, irrigada de má fé e ódio, movimenta a contradição do discurso do idiota de plantão no Palácio do Planalto. Afirma que a Argentina está um caos e chama o futuro presidente, cuja vitória nas prévias emerge de um projeto de nação e de recuperação do país, com fortes reflexos na região.

O louco do Brasil é incapaz de entender que o caos na Argentina é o mesmo que o mercado, de quem ele e sua corriola desencadeia no Brasil são servos surdos e cegos, os mais sagazes e cruéis bandidos, os mesmos que destroem direitos de quem realmente trabalha e  mata a natureza com venenos que o comércio mafioso impõe aos traidores do seu correlato aqui.

Leia o artigo da Colunista Psiquiatra Márcia Tigani e compartilhe: Governo perverso e coprológico.

Não são os comunistas nem quaisquer segmentos progressistas e humanistas que matam de fome, que expõe populações inteiras à condições subumanas e marginais, mas bandidos e assassinos do mercado como Jair Bolsonaro, Sérgio Moro, Paulo Guedes e outros da quadrilha mafiosa inimiga da economia produzida e partilhada por todos.

Jair Bolsonaro e seu projeto miliciano, coisa impensada pelo povo brasileiro até há poucos meses, é a maldade a dar inveja ao mito de Satã. O desgraçado elogia torturadores e assassinos, defende os que agiram às sobras e nos porões fétidos do golpe militar sangrento, mente sobre facada que nunca sofreu, demole os trabalhadores, aniquila com o futuro do pas porque o presente já se derrete, junta-se a viúva de um brutal assassino, é “eleito” por uma fábrica de mentiras agilizada pelos piores bandidos e mentirosos, mas chama de bandido ao povo argentina porque ele é limpo e constrói um processo de libertação do país de lá, cuja luta desemboca numa eleição que derrota feke news e a verdadeira bandidagem do mercado neoliberal, fachada do imperialismo estadunidense onde o bonecão louco Donald Trump se instalou para ser patrão e orientador político de subinteligentes e idiotas.  

Jair Bolsonaro é ele mesmo puro lixo e banditismo em tudo.

A resposta a esse projeto de bandidos não tem que ser dada por generais enpijamados, adoradores de torturadores e assassinos da ditadura, como o apela Ciro Gomes, mas pelo povo brasileiro, sem distinção entre arrependidos e os sempre corretos na luta patriótica.

A união nacional e popular não começa com generais golpistas nem com assassinos do mercado, mas com os trabalhadores, com os intelectuais, com os estudantes, com o setor nacional produtivo e com todo o povo. É assim que expulsaremos bandidos com Jair Bolsonano e todos os milicianos que se aninharam no governo.

Acesse, leia e compartilhe, também: Carta de Lula às Margaridas sinaliza que as prisões dos poderosos e dos traidores não impedem o amor pelo povo;

Argentina acende fogo nas trevas desgraçadas do neoliberalismo. O Brasil será atingido pelo que lá se incendeia!

A experiência dura mas rica em aprendizado da Psiquiatra Márcia Tigani com um adolescente de família fascista;

“O Brasil elegeu um idiota”, mancheteia um dos maiores e mais antigos jornais da Áustria sobre Bolsonaro.

Com a cabeça cheia do que recomenda aos brasileiros fazerem dia sim e dia não Bolsonaro desfere mentiras, medos e ameaças sobre a Argentina;

 Glória Maria e Sérgio Chapelin mentem descaradamente no Globo Repórter;

Nas marchas e démarches levaram o Brasil à intermitência mental e intestinal.

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um Comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.