Bancos assaltantes

Os bancos são assaltantes de nossa economia e sangram nossa energia

Muitas vezes nos espantamos com o “aparente e repentino”  golpe dado no Brasil e com a aparente apatia do povo brasileiro, caso estudado pelo professor Roberto Bueno em seu último artigo aqui. Porém, há fatores invisíveis aos olhos da opinião pública e de cada pessoa. Uma dessas poderosas amarras que suga a energia dos trabalhadores, das pequenas e médias empresas nacionais, são os bancos.

Essas organizações financeiras são parte da máquina que assalta o País no mais monstruoso processo “legal” de corrupção, que ninguém vê e nada faz.

Suas funções deliberadas e combinadas com a quadrilha golpista não é investir no desenvolvimento nem se ocupar com a dignidade social e humana. Tudo o que fazem é sugar a economia e concentrá-la perversamente em poucas mãos.

A partir da ânsia iníqua por lucros, que vem de todos os setores da sociedade, sem “discriminação”: da produção industrial, do comércio, do agronegócio, rural, financeira e até do poderoso tráfego de drogas dos mais variados tipos.  O importante para os banqueiros é enriquecer e que o País que se lasque.

Os bancos movem-se por detrás das guerras e da destruição implacável do mundo, inclusive do envenenamento e da depredação ecológica.

Numa crise, com a falência da soberania nacional,  os banqueiros não titubeariam em tomar a posição dos inimigos do Brasil, se for mais vantajoso para seus negócios corruptos.

Abaixo um estudo mostra a distribuição de nossa economia entre os bancos, sendo que os cinco que mais lucraram no mundo estão no Brasil, ainda que a crise atropele os mais pobres, notadamente a classe trabalhadora que perde direitos enquanto os bancos enriquecem cada vez mais,  escorados no golpe de Estado cuja quadrilha traidora é sustentada por eles.

Somente com gigantesca e unidade popular brasileira com um sustentável programa de mudanças para reorientar essa desordem que existe para sustentar sanguessugas e vagabundos poderosos.

Veja mais também no boletim do DIEESE.

Colabore com o Cartas Proféticas que analisa as notícias, busca os nexos com o todo, com as causas e os efeitos e critica  propositivamente.

Compartilhar:



Responder

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.
Os comentários expressam a opinião de seus autores e por ela são responsáveis e não a do Cartas Proféticas.